PRINCIPAIS DÚVIDAS SOBRE RECURSO ADMINISTRATIVO NO INSS

22.04.2015

Do portal do MINISTÉRIO DA PREVIDÊNCIA SOCIAL

INSS

    1) O que é um Recurso?

    R: É o ato de recorrer ou apelar para outra instância com a finalidade de obter a reavaliação de uma solicitação inicial, com a finalidade de ter satisfeita essa solicitação.

    2) Como faço para recorrer de uma decisão do INSS?

    R: O interessado deverá enviar pelos correios ou protocolar o recurso no próprio INSS.
    3) Existe formulário próprio para protocolar o recurso?

    R: A previdência disponibiliza formulário para protocolização do recurso, entretanto, a sua utilização, não é obrigatória, podendo o interessado apresentar petição em folha à parte.
    4) O que deve conter um recurso?

    R: Deve conter:

    • nome do órgão ao qual ele é endereçado;
    • nome do segurado;
    • a identificação do segurado (CPF e NIT);
    • nome do recorrente;
    • identificação do recorrente (Identidade e CPF);
    • endereço completo do recorrente (para envio de correspondência);
    • motivo do recurso (indeferimento, cessação, suspensão);
    • razões do recurso (exposição dos motivos que sustentam o direito do recorrente).

    5) Qual o nome do órgão para o qual vou endereçar o recurso?

    R: Se o recurso for contra uma decisão do INSS ele deverá ser dirigida à Junta de Recursos do CRPS.
    Se o recurso for contra uma decisão da Junta de Recursos ele deverá ser dirigida à Câmara de Julgamento do CRPS.
    6) Como fico sabendo da localização desses órgãos?

    R: Você poderá pesquisar na página da Previdência Social, no “link” CRPS o endereço de todas as unidades do Conselho de Recursos da Previdência Social.
    7) Como fico sabendo o andamento do meu processo de recurso protocolado no INSS?

    R: De posse do número de protocolo ou número do benefício você poderá ligar para o “135” ou ainda, caso o processo já tenha sido enviado pelo INSS aos órgãos do CRPS, você poderá acessar na página da Previdência Social seguindo pelo seguinte caminho: (Informar o caminho que será definido para consulta do andamento)
    8) Qual o prazo que o INSS tem para oferecer contrarrazões?

    R: 30 (trinta) dias. A partir deste prazo o processo deverá ser encaminhado a instância julgadora.
    9) Como fico sabendo a data em que o INSS tomou ciência da decisão da Junta?

    R: De posse do número de protocolo do recurso você poderá ligar para o “135” ou comparecer em qualquer unidade do INSS ou do Conselho de Recursos para saber se o processo já foi recebido no setor no sistema de protocolo chamado “SIPPS”.
    10) Qual o motivo do indeferimento do meu processo?

    R: Quando do indeferimento de uma solicitação, o INSS envia um comunicado para o endereço informado no ato do requerimento, dizendo do motivo, o porquê a solicitação não pôde ser atendida. Caso, de posse dessa comunicação, ainda exista dúvidas quanto ao motivo da negativa, poderá procurar a Agência da Previdência Social para obter maiores esclarecimentos sobre o indeferimento.

    É importante que esteja bem claro o motivo da negativa uma vez que as razões do recurso deverão estar em consonância com essa decisão.

    Deve-se também ter o cuidado de observar se houve mais de um motivo para o indeferimento, sendo que, nessa situação o recurso deverá abranger as dois motivos.

    11) O que significa intempestividade?
    R: Intempestividade é quando o recurso é protocolado após o prazo legal estipulado que, atualmente corresponde a 30 dias da data da ciência da decisão do INSS.
    12) Qual o prazo para resposta conclusiva do recurso?

    R: Após protocolo do recurso o INSS tem o prazo de 30 dias para encaminhar o processo para a Junta de Recursos ou Câmaras de Julgamento. Após recebimento do processo pelas Juntas ou Câmaras, o prazo para decisão final do processo é de 85 dias.

    É importante salientar que caso haja necessidade de diligência no processo esse prazo será dilatado em função ao prazo necessário para cumprimento dessa diligência, que também é de 30 dias, podendo ser prorrogado por mais 30.

    13) O que é uma diligência?

    R: São providências solicitadas pelos órgãos julgadores, Juntas de Recursos e Câmaras de Julgamento, que visam a complementar a instrução dos processos que têm como finalidade firmar o convencimento do Conselheiro quanto ao direito pretendido.

    *****

    Fonte:http://agencia.previdencia.gov.br/e-aps/servico/255

    Anúncios

    219 comentários sobre “PRINCIPAIS DÚVIDAS SOBRE RECURSO ADMINISTRATIVO NO INSS

        • Bom dia !! Caro amigo. Agora o INSS apresentou as contrarrazões . em abril Solicitaram perícia médica no PPP e laudo mas,a conclusão é a mesma que indeferiu , são os mesmos documentos.se já tinha o documento pra que pedir novamente é só para atrasar o andamento do processo é ainda colocaram propondo o envio pra junta ou seja ainda não foi. Fiz uma reclamação na ouvidoria e está na área solucionadora. Sr .Messias muito obrigado por responder tantas perguntas. Faça um comentário.por favor.

          Curtir

        • Boa tarde, Ronaldo
          De fato, agora o processo irá para Junta, que é encaminhado pelo próprio INSS. Agora é aguardar apreciação do parte do colegiado que é formado por 3 conselheiros.
          Boa sorte, amigo.

          Curtir

    1. Bom dia amigo,

      Eu dei entrada na aposentadoria para pessoa com deficiencia e foi negada por falta de tempo de contribuição e diz que não comprovei a condição de deficiente, embora eu seja deficiente e tenho mais de 29 anos de contribuição. Dei entrada na justiça em dezembro de 2015. Na época eles encontraram 28 anos e me classificaram na perícia como grau leve, recorri administrativamente e foi feita nova pericia, desta vez ficou grau moderado, mas não tinha os 29 anos necessario a implantação da aposentadoria

      Quando foi em dezembro de 2016 deu entrada novamente novamente no mesmo pedido de aposentadoria foi negado com os mesmos motivos, só que dessa dessa vez encontraram 29 anos de contribuição, mas me enquadram como grau Leve, não estou querendo recorrer administrativamente porque já estou na justiça com a anterior.

      A pergunta que te faço: eles podem dizer na justiça que eu não poderia ter entrado com novo pedido já que estou na justiça e alegar má fé da minha parte e eu ser penalizado pois entrei com pedido de tutela antecipada no outro processo e ainda está tramitando?

      No meu entendimento, eu acharia que eles é que não deveriam aceitar eu dar entrada novamente. Por isso que não vou recorrer administrativamente

      Curtir

        • Messia o sinho pode traduzir iso pra mim iso ta certo

          Histórico de Eventos
          Solicitação de pronunciamento Técnico Médico – Parecer/Pronunciamento

          12/06/17 21:37 – Ver documentos desse evento
          Devolvido à Secretaria

          06/06/17 19:05 – Ver documentos desse evento
          Distribuído ao Conselheiro Relator – VICTOR DA COSTA REIS

          22/05/17 17:43
          Encaminhamento – (04001100 para 27ª JR)

          22/05/17 17:43
          Contrarrazões do INSS

          12/04/17 14:22 – Ver documentos desse evento
          Juntada de documentos

          12/04/17 13:28 – Ver documentos desse evento
          Juntada de documentos

          12/04/17 12:11 – Ver documentos desse evento
          Devolução de documentos

          12/04/17 11:40 – Ver documentos desse evento
          Ações judiciais não encontradas

          12/04/17 11:37 – Ver documentos desse evento
          Ciência do recorrente – Não anexada

          12/04/17 11:33
          Protocolo Recebido no INSS

          12/04/17 11:31 – Ver documentos desse evento
          Agendamento Eletronico do Recurso / Postagem do Recurso via ECT

          Curtir

    2. Ola,Tive o meu pedido indeferido tenho ate 26/03 para agendar o recurso, mas a agencia que me atendeu so tem data para 20/09.
      como posso fazer para agilizar esse processo ?
      quando eu receber recebo o o retroativo de qual data ?

      Curtir

      • Um adendo ao comentário do Sr. Ronaldo M. de Lima, o INSS também não apresentou contrarrazões no meu processo administrativo, a diferença que já faz 1 ano e 6 meses. Quando fechou 1 ano sem resposta, fiz abertura de pedido de informação na ouvidoria, e no mês de março irá fazer 6 meses que a ouvidoria não responde. O meu caso foi de pedido de reabilitação profissional após 2 anos e 8 meses encostado. Tenho alguma saída??

        Curtir

        • Minha sugestão que você se dirija ao setor de habilitação da agência que lhe atendeu e peça para falar com alguma assistente social. Ela certamente lhe dará informação sobre sua questão.

          Curtir

    3. Boa tarde Messias
      Tive um pedido de aposentadoria por tempo de serviço indeferido por tempo insuficiente. Um dos motivos foi não terem considerado 10 Contribuições como Facultativo, que aparecem no extrato como concomitante mas não são. O outro foi eu não ter apresentado a tempo a CTC relativa a um período que trabalhei como professor no Estado.
      Agendei recurso para julho. A pergunta é se é possível apresentar a CTC no recurso, visto que não apresentei na solicitação inicial.
      Grato

      Curtir

      • sim, é possível. Faça isso o mais possivel. Pois vc pode apresentar no próprio dia do julgamento de seu processo. Entre em contato com a Junta onde está seu processo e informa que você que juntar outros documentos comprobatórios.Tente fazer isso antes do julgamento, pois dará tempo os relatores examinar com mais calma os documentos que você vai apresentar.

        Curtir

    4. Bom dia Messias , meu processo de aposentadoria por contribuição foi encaminhado para recurso CRPS em 08/10/2016 . Em 17/02/2017 foi dado indeferimento parcial . Quanto tempo demora pra chegar a carta do INSS acatando o recurso ? Obrigado e Deus te abençoe !

      Curtir

    5. Eu também tive o beneficio negado , segundo a funcionária por não atender aos requisito. Após se apropriar de minhas guias e alegar que tive o beneficio negado esta senhora muito mal educada fez a negativa do beneficio em plena agencia do INSS laranjeiras . com o seguinte comentário ; Eu não entendo essa gente hão trabalha e quer receber beneficios. E afirmou categoricamente o beneficio foi negado.
      Quero recorrer da decisão….

      Curtir

      • voce pode recorrer, basta prestar atencão no prazo de 30 dias, a contar do recebimento da Carta de Indeferimento que INSS já lhe enviou ou vai lhe enviar. Quando esta Carta chegar, dirija-se a mesma Agência que lhe negou o benefício e faça o recurso, que pode ser de próprio. E bom que vc anexe cópias do documentos que provam que vc tem o tempo necessário para aposentar.

        Curtir

    6. Prezados, bom dia.
      Gostaria de saber se preciso apresentar novas contrarrazões quando o INSS recorre da decisão da junta recursal que deu provimento por unanimidade. Segundo orientações, o processo será encaminhado para o CAJ… Neste caso, preciso apresentar nova defesa ou apenas aguardo a decisão da câmara julgadora? Grata.

      Curtir

      • Bom dia, Ana. Você está com certa vantagem, pois a Junta deu a você , digamos ganho de causa. O que pode acontecer, é que se a CAJ aceitar as contrarrazões, aí sim, terá de entrar com um recurso junto a CAJ. Mas como a Junta votou a seu favor, geralmente a CAJ, acata parecer da Junto, a menos que o àcordão(decisão da Junta) esteja muito frágil nos argumentos, que acho pouco provavel, visto que, são 3 conselheiros que examinharam seu processos e eles conhecem bem a Legislação Previdenciária. De qualquer forma, fique atenta, principalmente aos prazos para as prováveis contrazões, junto à CAJ.

        Curtir

        • Olá, meu caso é muito parecido. A dúvida é: como ficar atenta ao prazo pra recurso no CAJ, se não se consegue mais consultar através do site? Como o INSS dificulta isso sendo que seria tão mais fácil a consulta pela internet?
          Tenho dificuldade de audição por isso não gosto de usar o 135 e afinal de contas era até pouco tempo tão mais fácil usar o site!

          Curtir

        • Quando o INSS indefere a concessão de qualquer benefício ele envia uma carta,a visando ao segurado e informando inclusive, na própria carta, este prazo. O endereço é que deve está atualizado para porventura não para outro endereço que você informou ao INSS, mas não atualizou. Acontece muito isso, espero que não seja o seja caso.

          Curtir

        • E aproveitando, por favor também ver se é possível esclarecer essa minha outra dúvida:
          Dei a primeira entrada do ped de aposent por idade em Abril de 2016.
          Foi indeferido e entrei com documentos comprovantes e foi reconhecido por unanimidade agora em maio de 2017.
          Caso se confirme meu ganho de causa, a remuneração será retroativa à data do primeiro pedido ou não?
          Obrigada pelo espaço esclarecedor.

          Curtir

        • Como é bom enviar uma dúvida e ter retorno, Espero q continue assim porque o mais comum é não ter retorno algum sobre dúvidas, incluindo nisso o 135, Obrigada pela atenção.

          Curtir

    7. boa noite !! SR. MESSIAS O INSS NÃO ENVIOU O MEU RECURSO A JUNTA JA SE PASSARAM QUASE 2 MESES E ENVIARAM PARA Solicitação à Perícia Médica – Análise técnica da atividade especial.
      ESSE PPP COM 1 ANO 6 MESES PARA COMPLETAR O PERIODO QUE FICOU FALTANDO DO PRIMEIRO PPP QUE DEU DEFERIDO 23 E 6 MESES EM ATIVIDADE ESPECIAL.

      FAÇA UM COMENTARIO POR FAVOR.

      Curtir

      • Depende do que você pedido de reconsideração da decisão do INSS, foi correto eles não mandarem mesmo. Se você um recurso à Junta, aí vc precisa ir até a Agencia onde foi atendido e eles irão explicar as razões pelas quais não enviaram seu recurso para a Junta.

        Curtir

        • Oi Sr.Messias foi pedido de aposentadoria especial .No primeiro pedido ganhamos 23 anos e 9 meses.com a junta de recursos aprovando os 27 anos,sendo que o INSS recorreu a caj e retirou 3anos indeferindo.como continuo trabalhando na mesma empresa completei o período com 1 ano e 6 meses no novo pedido .Ppp com ruido de 91dcb.entrei com recurso no dia 19 /01/17 e até agora eles só pediram perícia médica.e não enviaram a junta.sera que vai aprovar agora ou vai pra junta e caj? Não aguento mais esperar.

          Curtir

        • Bom dia, Ronaldo.
          Minha sugestão é que você se dirija à Agênca lhe atendeu para buscar informação neste sentido. Se o INSS acatar será bem melhor; se não, você pode pedir que seu processo vá para a Junta. Mas o melhor seria que o INSS aceitasse esse seu novo pedido.

          Curtir

    8. Boa tarde! Meu marido tem um recurso no CRPS, pois por alguns anos efetuou o recolhimento em GRPS e alegam que deveria ter sido em carnê e por isso o INSS não pode reco9nhecer os pagamentos nesse período, já foi objeto dos recursos anteriores, que alegam isso também. Esse processo foi encaminhado para diligência preliminar em junho de 2015 e somente em março de 2017 está sendo devolvido….Por tudo que pesquisei o prazo para se cumprir uma diligência solicitada pelo relator é de 30 dias, prorrogáveis por mais 30 dias e após esse prazo deve restituir os autos ao órgão julgador com diligência integralmente cumprida; o que não ocorreu e prejudicou o requerente por quase dois anos de atraso. Tem alguma orientação sobre a responsabilidade sobre a retenção do processo por período tão grande?

      Curtir

      • Só posso dizer que vc deve procurar a Junta onde seu processo ficou tanto tempo represado, que certamente eles lhes dará uma resposta, ou procure a Defensoria Pública para lhe ajudar nesta orientação.

        Curtir

    9. No meu caso minha aposentadoria foi indeferida por falta de tempo de serviço haviam vinculos que não constavam no CNIS, apos dar entrada com o recurso verifiquei que os vinculos que faltavam foram incluidos, será que agora ainda segue para a junta de recursos mesmo o INSS tendo reconhecido osvinculos e incluido sendo que o tempo de serviço no CNIS totalizam 35 anos e 19 dias de tempo de serviço?

      Curtir

      • pode, Débora.Se tiver um advogado que lhe ajude a redigir melhor seu recurso, é bom. Mas se você sabe como redigi-lo, tudo bem.Só não perca o prazo explicitado na carta de indeferimento do INSS, que todo segurado recebe.

        Curtir

    10. Boa tarde merssias minha esposa guanhou o recurso…o processo foi pra o recolhimento de direto agora voltou para o conseheiro ( para a junta que julgou) quanto tem demora ainda para ela receber…??ja estar a 6 meses sem receber o beneficio

      Curtir

    11. tem uma pessoa que entrou com aposentadoria por tpo de contribuição e o inss não incluiu periodos de

      81,82,83 quitados com carne apresentados e foi indeferido. Posso entrar com recurso e falaram que deve

      entrar com mandado de segurança. Qual o melhor criterio

      Curtir

    12. Boa noite meu esposo ganhou na justica contra o inss juiz deu 45 dias pra pagar ja se passou 2 meses esses dias meu esposo recebeu uma cara do inss negando meu esposo nao receberá ??nao entendi .

      Curtir

    13. Bom dia.

      Posso entrar com novo pedido de aposentadoria por tempo de contribuição e desistir de um recurso junto a CRPS ou posso dar entrada em outro processo estando ainda com recurso?

      Curtir

    14. Boa tarde. Já que minha pergunta não foi respondida desde 17 fevereiro, pergunto novamente:

      O recorrente não teve ciência da carta de exigência, sendo assim não levando os documentos necessários o benefício deu indeferido. Poderia ser indeferido uma vez que o recorrente não teve ciência da carta de exigência?

      A junta de recursos pode pedir novamente algo que já foi aprovado no processo administrativo ou só no que se refere ao indeferimento? Pois o CRPS pediu através do INSS ao recorrente uma nova perícia, dizendo que se faz o pedido porque o INSS não encaminhou junto ao processo administrativo o resultado da perícia, isso não seria responsabilidade do INSS e do CRPS?

      Se ao decorrer do processo eu verificar falhas do CRPS e do INSS, a quem recorrer? Entrando com uma ação judicial por estas falhas, terá que começar do zero para pedido de benefício ou o judicial analisará apenas estas falhas do INSS e do CRPS?

      Aguardo uma resposta por favor…
      Desde já agradeço

      Curtir

      • Boa tarde, Maria.
        Primeiro quero informar que este Blog ajudar no que for possível e quem nem sempre poderei dar todas as respostas para toda as perguntas que aqui são feitas.Estou procurando ajudar, dentro das minhas limitações, as pessoas que tem dúvidas. Não tenho pretensão ( e nem devo) de ter todas as respostas para todas as perguntas que aqui em são feitas. Aqui é um espaço em procuro ajudar, sempre que posso e dentro do tempo que possuo.
        Quanto à sua pergunta, a Junta ou INSS pode pedir qualquer documento,durante seu processo, para poder firmar suas decisões, o que não é ruim para o segurado , pois se ele tiver os documentos comprobatórios isso só vai ajudar o servidor do INSS a conceder,, se o segurado tiver direito. Pois se o servidor fizer a concessão de qualquer benefício sem os devidos documentos compratórios, ele poder sofrer um processo interno administrativo que poder culminar com sua demissão.
        A Junta é a mesma coisa, os relatores pode pedir documentos comprobatórios; esses documentos pode ou não comprovar o direito do segurado. Se comprovar, certamente a Junta concedera, mesmo que o INSS tenha indeferido.
        Se for negado e o segurado não ficar satisfeito com a decisão, a Constituição assegura o direito de ir no Judiciário buscar seu direito, que ele acredita violado.

        Messias

        Curtir

    15. bom dia!! sr.messias obrigado pelo excelente trabalho dessa coluna em nos ajudar. infelizmente não são todos que reconhece sua boa vontade. tenho uma nova pergunta. como não tenho tempo de ir até a agencia onde apresentamos o recurso no dia 19/O1/17. ficou 1 ano e 6 meses a ser a analisado já que no primeiro pedido havia ganho 23 anos e 6 meses na caj. só no dia o7/o3/17 que pediram pericia medica dos ppps . mesmo tendo 1 advogado no meu caso, resolvi fazer uma reclamação na ouvidoria pedindo uma solução pra eles acolherem o recurso ou enviar de uma vez para junta. o que não pode é ficar desde do dia 7/o3/17 . isso pode atrapalhar o serviço do meu advogado? estou preste a ficar desempregado tenho 3 filhos isso aumentar a minha preocupação. desde de já te agradeço.

      Curtir

      • Não atrapalha Ronaldo. Ma o jeito e esperar mesmo. E quiser, novamente, pedir informações á Junta onde está seu processo.
        Ah, obrigado pelo reconhecimento. De fato, este espaço é apenas para judar dentro das minhas possibilidades, sendo uma ação voluntária e espontânea de nossa parte com intuito de ajudar dentro dos limites do meu tempo e de minhas possibilidades. Julgo ser uma ação cidadã.

        Abraços,

        Messias

        Curtir

        • ola sr. messias . aparece a pagina do erecurso mas, acho que ainda não foi pra junta da um a olhada

          Histórico de Eventos
          Encaminhamento – (17002160 para 17402)
          07/03/17 14:35
          Solicitação à Perícia Médica – Análise técnica da atividade especial
          07/03/17 14:34 – Ver documentos desse evento
          Ações judiciais não encontradas
          19/01/17 12:06 – Ver documentos desse evento
          Ciência do recorrente – Não anexada
          19/01/17 12:05
          Juntada de documentos
          19/01/17 12:05 – Ver documentos desse evento
          Protocolo Recebido no INSS
          19/01/17 11:49 – Ver documentos desse evento
          Agendamento Eletronico do Recurso / Postagem do Recurso via ECT
          10/01/17.

          Curtir

        • Se você deu entrada no recurso dentro do prazo, tudo ok. Quanto a não ter ido ainda para Junta, é porque o INSS precisa de algum para instruir o processo internamente, juntar documentos, apresentar os argumentos dele para negar seu pedido, para só então enviar para Junta, que é um procedimento correto, pois se enviasse sem organizar o processo, a Junta não teria como analisar e teria que voltar novamente para o INSS, e demoraria muito mais..
          Portanto, está correto o procedimento do INSS, pode achar demorado, mas é o correto e bom, de certo, para o segurado, pois o INSS está dando, em princípio todas as informações para que a junta possa analisar e julgar seu processo.

          Curtir

    16. Olá.. lendo as perguntas e respostas confesso que fiquei em dúvida em relação ao que pensava que já sabia. Tive um pedido indeferido quanto a aposentadoria por tempo de contribuição da pessoa com deficiência. Pretendo recorrer. Peguei cópia completa do processo e a impressão que tive é que fizeram uma cópia, embora numerada, só para me entregar, cópia essa incompleta. Nâo mostram sequer como chegaram à pontuação de 7.425 (leve), por pouco não me deixaram fora, pois salvo engano acima de 7550 não é considerado deficiente. Vou tentar antes de dar entrada no recurso que me mostrem como chegaram nessa pontuação através dos critérios estabelecidos em portaria. Se não me entregarem, um dos meus pedidos no recurso será que retornem o processo à agência para que me sejam fornecidos tais critérios, sob pena de cerceamento de defesa. Enfim, pelo que entendi, ao agendar para a primeira data livre, que é 28/08, levarei meu recurso pronto e naquela data me darão maiores esclarecimentos. No site da previdência tem agendamento com o nome “Recurso – (atendimento presencial)”. Outra opção seria enviar pelo correio pelo que vi no site da previdência. Nas tuas respostas é informado que teria que dar entrada no recurso na agência dentro de 30 dias, sendo que alegam que em 30 dias o que tenho que fazer é o agendamento (internet ou 135) para dar entrada no recurso, que no caso só poderá ser em agosto. Confirme por gentileza. Não tenho pressa. É até bom que preparo melhor o recurso e documentação que vier a juntar ao mesmo.

      Curtir

      • certamente deve ter havido , em função da extinção do Minstério da previdência,muitas modificações na forma de requerer. Se no site para entrar em contato pelo 135 ou internet, faça-o; só perca o prazo para entrar com recurso.

        Curtir

    17. Uma outra dúvida que tenho é que no meu processo juntaram duas planilhas de tempo de contribuição. Uma de 35 anos (normal) na qual dizem que em dezembro (DER), tinha 29 anos e 4 meses. Já na outra planilha, falam em deficiência média e somam apenas 27 anos e 10 meses como contribuição especial. Enfim, sabem me dizer onde encontro a metodologia desse cálculo? O problema é que embora tenha trabalhado mais de 30 anos com a deficiência levei um laudo de 2008 e consideraram essa data como início da deficiência. Estou em busca de outras provas para ver se consigo comprovar a existência da deficiência desde 86, quando comecei a trabalhar.

      Curtir

    18. Bom dia. Tomei ciência do indeferimento do meu pedido de aposentadoria por tempo de serviço pelo site da Previdência – “Consulta de situação do Benefício”. Minhas dúvidas são: o prazo de 30 dias para o recurso começa a contar da ciência via internet ou do recebimento da carta? Essa carta será protocolada pelo correio? Caso não esteja no endereço, nas tentativas de entrega qual será o procedimento por parte do INSS para me notificar? Preciso agendar para ingressar com o recurso ou posso protocolar diretamente na agência do INSS, já que não tem data disponível para agendamento antes do prazo de 30 dias?

      Grato

      Curtir

    19. bom dia MESSIAS , dei entrada no recurso e o que aparece la é só solicitaçao de digitalizaçao , o que significa isso e quanto tempo demora , ja se passaram mais de 30 dias desde a protocolaçao.

      Curtir

      • Bom dia, Emerson
        O importante é que você já entrou com o recurso. Agora é só aguardar o trâmite do processo. Claro que, sempre que você quiser poder obter informações sobre o andamento de seu processo na Junta de Recursos.

        Messias

        Curtir

    20. Dr Messias, preciso da sua ajuda urgente, fiquei 3 meses com auxilio por cid f10> f20.0 e f41 dai fui fazer nova pericia foi negado, agora pergunta posso arrumar um advogado pra entrar com uma açao judicial pra me aposentar por invalides? e entrar com recurso no auxilio doença negado? obs: tenho todos documentos nescessarios dsd ja obrigado e aguardo resposta pf

      Curtir

      • Boa noite, Carlos.
        Você não poder as duas coisas ao mesmo. Ou seja entra com ação judicial, e abre mão do recurso.
        Se você entrar com ação judicial primeiro, para entrar com recurso depois ele sequer será aceito pela Junta. O INSS, até aceitará seu recurso, mas quando ele o enviar para Junta, lá a primeira coisa que eles fazem é procurar saber se vc já entrou com ação judicial; ao descobrir isso, eles sequer tomarão conhecimento de seu recurso, porque eles não poderão emitir um voto em um processo que já está judicializado.
        Aí vai depender de você querer entrar primeiro com ação ou escolher entrar com o recurso administrativo.

        Curtir

        • As duas coisas, amigos. Só que , quando você entra com ação judicial, seu recurso administrativo não poderá ser julgado pela Junta, pois já teria entrado judicializado.A primeira coisa que a Junta faz ao receber seu recurso, é saber que se saber entrou com ação judicial; se entrou, ela se está impedida de analisar seu processo e arquiva seu recurso administrativo. Ela não poder não pode concorrer com o Poder Judiciário que está acima da Junta.

          Curtir

        • Boa noite, Carlos
          Esta opção depende de você, amigo. Se optar pelo recurso, num primeiro, isso não impedirá, caso você benha perder o recursos, entrar com ação judicial.
          A vantagem, neste momento do recurso, é que, ela poderá ser julgado pela Junta, em até 85 dias( exceto, se houver necessidade de anexar mais documentos comprobatórios da parte dou INSS, ou de sua parte).UM processo judicial, pode demorar anos!
          Mas, como disse, a opção é sua…se há possibilidade de se ganhar o recurso, melhor o recurso. Se não, talvez a ação judicial. Mas lembre-se, se quiser entrar com recurso, vc não pode entrar ANTES com a ação judicial; se o fizer, ao chegar na Junta , seu processo será arquivado sem julgamento, pois , repito, a Junta, não competir com o Poder Judiciário, pois este é superior a ela.

          Abraços,

          Messias

          Curtir

    21. Olá Messias!! Existe alguma possibilidade do viúvo obter provimento no pedido de pensão por morte no caso de a filha menor da falecida ter recebido a pensão durante mais de 3 anos, até completar 21 anos de idade? O pedido já foi feito, mas foi indeferido sob a alegação de que o requerente não conseguiu comprovar dependência financeira. Consigo reverter esse argumento pela via administrativa/recurso ou seria melhor através de uma ação judicial? Desde já, muito obrigada!

      Curtir

      • Boa noite, Kananda
        Como voce mesma informou faltou comprovação da dependência financeira. Se tiver comprovar esta dependência financeira, pela via adminstrativa pode sim, reverter.Ação judicial só em último caso, é minha sugestão.

        Curtir

    22. Oi boa noite tenho 57 anos e 29 anos de contribuição feita agora em maio dei entrada foi indeferido conforme esse texto (Em atenção ao seu pedido de Aposentadoria por Tempo de Contribuição, formulado em 20/12/2016, informamos que, após análise da documentação apresentada, não foi reconhecido o direito ao benefício, pois até 16/12/98 foi comprovado apenas 10 anos, 7 meses e 16 dias, ou seja, não foi atingido o tempo mínimo de contribuição exigida, 30 (trinta) anos se homem e 25 (vinte e cinco) anos se mulher ) Na empresa que eu trabalho nao existe documento que comprove esse período de 1988 a 1998 ,só através de registro manuscrito com carimbo validando os documentos e por ser auxiliar de enfermagem usei o PPP assinado pelo médico do trabalho como eu posso recorrer. desde já obrigada.

      Curtir

      • Boa noite, Margareth. Você pode entrar com recurso administrativo na Junta de Recursos, desde que você tenha os documentos comprobatórios,q ue poderão ser anexados ao seu recurso. Mas lembre-se vc, tem apenas 30 dias, a contar da comunicação oficial do INSS ao vc.

        Curtir

    23. Boa noite! Messias gostaria que tirasse uma dúvida minha mais faleceu a vai fazer um ano dia 22 de maio fui com meu pai ao INSS dar entrada no pedido de pensão, mais por eles não serem casados no civil foi negado entrei na justiça pendo que fosse reconhecida a união estável dos dois com este documentos em mãos entrando o que faço? se vou no INSS ou entro na justiça pra poder receber o retroativo?

      Curtir

      • Se vc ganhou a ação na Justiça, certamente seu advogado deve ter pedido, na ação judicial, o retroativo. Se não, é procura-lo para tomar tais providências.O INSS, não vai pagar retroativo, a não ser que a sentença judicial o obrigue a isso, o que não é o caso, como vc mesmo informou.

        Curtir

    24. sr. Messias,
      Como é feita a contagem do prazo para a interposição de recuso no Inss?
      Passei pela perícia no dia 03/03/2017, o benefício foi cancelado. Tive ciência da descisão via internet no dia 09/03/2017 e protocolei o recurso no dia 10/04/2017, visto que 08/04/2017 caiu no sábado. Meu recurso é tempestivo?

      Curtir

    25. Messias minha esposa ganhou por no recurso que demorou cerca de 7 meses . ..porem so concederam 14 dias de benefício. ..o beneficio não teria q ser pago do dia de entrada do recurso a fim dele?

      Curtir

      • Não necessariamente, amigo. Se ele tinha, depois da análise da Junta, 14 dias, 14 dias é o que foi concedido. Mas nada impede entrar em contato com Junta que fez o julgamento que você terá essas informações.

        Curtir

    26. Dr. Messias me tira uma dúvida a uma chance do recurso durar apenas 30 dias ou seja, deles constatar meu direito devido documentos medico recentes ai nem gastar seguir pra frente e o inss retornar meu beneficio em apenas 30 dias ou isso é impossivel?
      Aguardo e obrigado pelas ajudas

      Curtir

      • Impossível não é mas é bastante difícil, Carlos. Existe algumas etapas internas no INSS, até que o recurso seja efetivacmente enviado para Junta( mas não tem prejuízoem relação ao prazo, pois entregou o recurso no próprio INSS. o INSS, internamente precisa analisar seu pedido de recurso, se perceberem que vc tem razão, ele nem manda para a Junta, ele mesmo reconsidera sua decisão e concede o benefício. NO então, se ele não considerar ele vai ter que “instruir” o processo, ou seja, INSS vai primeiro escrever, baseado no recurso, um documento chamado “contrarrazões”,q ue nada mais é que a discordância dele ao recurso que ele vai encaminhar para Junta. Além disso, o INSS vai anexar copías de documentos em que se baseou para negar-lhe o benefício. Elaborado este processo com documentos em anexo( por isso que é importante , na hora do seu recurso vc tambem juntar todos os documentos que justificam seu recursos, pois eles serão analisados na Junta) o INSS, aí sim, encaminhar para a Junta. Por isso que , em 30 dias é praticamente impossivel julgar um processo na Junta por conta desses trâmites, que muitas vezes beneficiam o segurado.

        Curtir

        • Muito obrigado traduziu todas minhas duvidas, conto com a sorte dele nem proceguir pra junta pq antes com relatorio da minha medica eu passei na pericia, foi na prorrogaçao que vasilei e nao peguei um recente, mas pro recurso levei um do dia anterior me atestando a doença e tbm efeitos colaterais e cid, ate mais bem feito que o anterior.
          Muito obrigado por ta me ajudando tirando essas duvidas ansiedade me mata ainda rsrs

          Curtir

    27. boa noite queria tira uma duvida fui casada 8 anos meu marido faleceu so que agente nao era casados no papel mais eu tinha comprovante no mesmo endereço tinha procuraçao no inss e no banco tinha palno de saude ele era depedente palno de saude so quando ele morre eu dei entra por pensao so que foi negado por falta de provas ai eu dei entra no recuso dei entra 17 de abril demora a resposta ele morreu 19 de outubro 2016 dei entra foi negado ai entrei no recuso

      Curtir

      • Boa noite, Kelly
        O que você precisa fazer agora é reunir mais provas, inclusive testemunhais de você viveu maritalmente com ele, durante esses anos e anexar no seu recurso, que pode ser feito, inclusive, no dia do julgamento de seu processo na junta de recurso, se o INSS já enviou para a Junta; se não enviou, talvez dê ainda ainda, voce fazer um pedido de reconsideração ao INSS, desde que você junte mais provas de sua vivencia marital com o falecido.
        Boa sorte.
        Messias

        Curtir

    28. Eu de novo ele morreu 19 de outubro 2016 ai quando 25 de outubro dei entrada para pensao ai marcaro para dia 15 de março so que foi negado ai por falta de prova que eu morava com ele so que eu tinha comprovante de contas procuraçao do inss no banco palno de saude no nome dos dois ai entrei com recuso 17 de abril 2017 estou esperando a resposta

      Curtir

    29. Boa tarde!
      Gostaria que me tirassem uma duvida,eu dei entrada no recurso em março de 2016,já completou um ano,e quando eu ligo pra saber a resposta eles me dizem que o recurso foi protocolado em abril mas não mandaram para a junta de recurso ainda,gostaria de saber se isso é normal de acontecer…Obrigada!

      Curtir

      • Boa tarde, Adriana,
        A sugestão é que você volte a Agência que indeferiu seu pedido e pergunta as razões pelas quais seu recurso ainda não foi encaminhado para a Junta.
        Certamente eles irão informar para você. Faça o pedido por escrito.
        Abraços,
        Messias

        Curtir

    30. dia 02/5/2017 o juiz me aposentou pela especial por eletricidade
      dia 10/05/2017 o inss recorreu
      dia 24/05/2017 o juiz entrou com o pedido de contrarrazões com pedido de tutela já que o inss apenas discordou com a parte monetaria
      o que vem pela frente agora ?

      Curtir

      • Boa noite, Reinaldo,
        Não acho que o juiz “entrou com o pedido”. Isso cabe a seu advogado contestar o recurso do INSS. Com base no recurso de seu advogado, o juiz irá se pronunciar( o que parece que já foi feito).
        Agora é aguardar o posicionamento do INSS frente á decisão do Juiz, ou seja, é você está atento ao andamento no seu processo na Justiça, junto a seu advogado.

        Curtido por 1 pessoa

    31. boa noite! Sr, messias o que quer dizer ;; na ouvidoria manifestação aceita no dia 29/o4/17
      no dia 22/5/17 hora 7;o2
      encaminhamento a area solucionadora de nivel 1.

      no dia 22/5/17 nova manifestação vinculada;;h0ra 1O;34

      revisão de resposta final

      esse e o quadro de momento. faça um comentario por favor meu amigo.

      e no recurso
      pericia medica confirmar o indeferimento propondo o envio a junta de recursos . quer dizer ainda não foi desde 4/5/17….protocolo 29/1/17

      obrigado!

      Curtir

      • O INSS quando não concorda com a decisão da Junta, ele pode solicitar revisão da decisão. Geralmente entra com interposição de recurso junto à CaJ – Câmara de Julgamento, que é a última instância recursal, e fica Brasíliam,na sede do Conselho de Recursos do Seguro Social(CRSS), ao qual as juntas são vinculadas.. São quatro Câmaras e elas funcionam à semelhança das Juntas de Recursos, ou seja, elas tem relatores que recebem casos como o seu e os reanalisam, com base na decisão da Junta de Recursos e no recurso do INSS. Se a decisão da Junta, a seu favor, foi bem fundamentada, dificilmente o INSS terá vitória. Mas se a decisão não suficientemente amparada na Legislação, a CAJ, pode dar razõa ao INSS. Muitas das vezes, a CAJ mantém a decisão da Junta.

        Curtir

    32. Entrei com pedido de aposentadoria por idade, o qual foi indeferido, entrei com recurso administrativo e esta demorando muito,nem está protocolado no sistema, gostaria de saber se posso entrar com novo pedido de aposentadoria, e se precisa entrar com algum documento desistindo do recurso.

      Curtir

    33. Boa noite Sr. Messias
      Entrei com pedido de aposentadoria especial em outubro de 2016 e vi no site do INSS que o meu pedido foi indeferido e até hoje não fui notificado com a carta, fui na agencia que indeferiu e eles me disseram que eu tinha que agendar pelo 135 o recurso contra a decisao e este recurso foi agendado para julho de 2017 mais de 6 meses para eu entrar com o recurso gostaria de saber se isso vai me trazer algum problema ja que eles alegam que os 30 dias era para eu dar entrada no recurso e o agendamento do dia para levar o recurso dependeria de disponibilidade do inss.

      boa noite

      Wilson Rafael

      Curtir

    34. Bom Dia Dr. Messias

      Estou com uma dúvida. Desde 2009 estou recebendo auxílio doença pelo INSS. Ocorre que em 2011 este benefício foi cortado, então mediante ação judicial foi restabelecido o auxílio, bem como solicitada a conversão em aposentadoria por invalidez, esta porém indeferida. O Juiz determinou que o INSS me pagasse o valor retroativo e no momento estou no aguardo para recebimento. Importante destacar que o processo já transitou em julgado.
      Atualmente recebi uma comunicação no INSS dizendo que meu benefício foi cessado. Diante dessa situação posso recorrer desta decisão administrativa sem advogado e sem prejuízo ou alguma intervenção do/no processo judicial?

      Curtir

    35. Dr Messias boa tarde! o senhor pode tirar minhas duvidas com relação ao meu processo, dei entrada requerendo um beneficio especial fui venvedor na justiça e a previdencia implantou um beneficio por tempo de contribuição (42) o senhor poderia me esclarecer.

      24/05/2017 14:51:11 5560 INTIMACAO/NOTIFICACAO: ENVIADA PELO E-CINT Observação:INSS/SAO LUIS/MA – PROCURADORIA FEDERAL ESPECIALIZADA Data da ocorrencia do evento:07/06/2017 Hora Final:13/06/2017
      11/05/2017 14:30:20 5570 INTIMACAO/NOTIFICACAO/VISTA ORDENADA: INSS
      11/05/2017 14:30:07 5150 AUTOS RECEBIDOS PELO DIRETOR SECRETARIA PARA ATO ORDINATÓRIO
      10/05/2017 14:11:45 5720 RECURSO: EMBARGOS DE DECLARACAO APRESENTADOS Observação:EMBARGOS APRESENTADO
      17/04/2017 12:02:13 5560 INTIMACAO/NOTIFICACAO: ENVIADA PELO E-CINT Observação:EDSON SANTOS JACINTO SERRA FILHO Data da ocorrencia do evento:02/05/2017 Hora Final:22/05/2017
      15/04/2017 15:14:37 5570 INTIMACAO/NOTIFICACAO/VISTA ORDENADA: AUTOR (OUTROS)
      05/04/2017 09:51:34 5660 PETICAO/OFICIO/DOCUMENTO: RECEBIDA(O) EM SECRETARIA
      08/03/2017 11:45:58 5560 INTIMACAO/NOTIFICACAO: ENVIADA PELO E-CINT Observação:PROCURADORIA FEDERAL ESPECIALIZADA/INSS/SLZ/MA Data da ocorrencia do evento:22/03/2017 Hora Final:12/05/2017
      08/03/2017 11:40:37 5560 INTIMACAO/NOTIFICACAO: ENVIADA PELO E-CINT Observação:INSS/SAO LUIS/MA – PROCURADORIA FEDERAL ESPECIALIZADA Data da ocorrencia do evento:22/03/2017 Hora Final:04/04/2017
      03/03/2017 14:05:36 5570 INTIMACAO/NOTIFICACAO/VISTA ORDENADA: INSS
      03/03/2017 13:59:37 5430 DEVOLVIDOS COM SENTENCA COM EXAME DO MERITO: PEDIDO PROCEDENTE Matricula do Juiz que proferiu a decisão:406
      01/08/2016 11:50:26 5260 CONCLUSOS: PARA SENTENCA
      01/08/2016 11:49:42 5670 PRAZO: CERTIFICADO TRANSCURSO IN ALBIS Observação:AUTOR
      19/06/2016 03:44:24 5580 INTIMACAO/NOTIFICACAO: REALIZADA/CERTIFICADA – OUTROS (ESPECIFICAR)
      03/06/2016 09:46:25 5560 INTIMACAO/NOTIFICACAO: ENVIADA PELO E-CINT Observação:EDSON SANTOS JACINTO SERRA FILHO Data da ocorrencia do evento:17/06/2016 Hora Final:29/07/2016
      12/05/2016 14:50:04 5570 INTIMACAO/NOTIFICACAO/VISTA ORDENADA: AUTOR (OUTROS)
      11/05/2016 15:13:38 5460 DEVOLVIDOS: JULGAMENTO CONVERTIDO EM DILIGENCIA – COM DECISAO Matricula do Juiz que proferiu a decisão:406
      06/11/2015 16:27:46 5260 CONCLUSOS: PARA SENTENCA
      06/11/2015 16:27:40 5770 RESPOSTA: CONTESTACAO APRESENTADA
      03/10/2015 07:20:58 5580 INTIMACAO/NOTIFICACAO: REALIZADA/CERTIFICADA – OUTROS (ESPECIFICAR)
      22/09/2015 13:02:12 5220 CITACAO: ENVIADA PELO E-CINT Observação:INSS/SÃO LUIS/MA – PROCURADORIA FEDERAL ESPECIALIZADA Data da ocorrencia do evento:05/10/2015 Hora Final:03/11/2015
      21/09/2015 09:39:57 5220 CITACAO: ORDENADA
      21/09/2015 08:59:34 5380 DEVOLVIDOS COM DECISAO: LIMINAR INDEFERIDA Matricula do Juiz que proferiu a decisão:638
      14/09/2015 15:48:25 5260 CONCLUSOS: PARA DECISAO
      14/09/2015 15:45:08 5150 AUTOS RECEBIDOS: EM SECRETARIA
      11/09/2015 16:18:34 5160 AUTOS REMETIDOS: PELA DISTRIBUICAO
      11/09/2015 16:18:30 5000 DISTRIBUICAO AUTOMATICA Numero da vara que o processo ira ser transferido:10 Observação:GEORGE RIBEIRO DA SILVA

      Curtir

      • Bom dia, Edson
        Pouco posso para lhe ajudar , por uma simples razão: o que você pede é minha opinião sobre um relatório de um processo judicial seu contra o INSS, provavelmente. Isto só seu advogado, patrono da causa, pode lhe esclarecer.

        Curtir

    36. Boa tarde!
      Quero uma orientação por favor, entrei com processo de aposentadoria da minha mãe, e no mesmo dia a atendente já colocou como recurso, pois faltava alguns dados. Levei todos os documentos solicitados, mas até agora desde fevereiro de 2016, o processo não é encaminhado para junta. Vou na agência, eles falam para esperar, pois tem muitos processos, e pouca gente pra trabalhar, e o processo da minha mãe, ainda é novo. Ligo pra ouvidoria, que nada fazem, o que o senhor me orienta a fazer? Por gentileza!

      Grata;

      Katyane

      Curtir

      • Bom dia, Katyane,
        Por suas informações, não há recurso no processo. Só haveria se o INSS indeferisse o benefício, o que parece não ocorreu. Acredito, baseado no que me informa, a Agência ainda não não resolveu seu processo, ou seja, nem concedeu e nem negou. Isto acontece, as vezes, por falta de documentos comprobatórios e o INSS precisa pesquisar no CNIS e em outras fontes para saber de fato, há o direito ao benefício. Quanto à demora, de fato, algumas agências tem um acúmulo enorme de processos, e certas pesquisas externas tem que ser feitas pelos próprios servidores, que muitas vezes estão assoberbados de serviços.
        Minha sugestão, continue indo lá. É o que posso orientar.

        Curtir

    37. Dr. me tira uma duvida, foi indeferido meu auxilio doença dai entrei com ação com advogado, mas ele disse que pode demorar bastante, dai entrei com recurso do auxilio que foi indeferido, vc acha que vale a pena esperar esse recurso ou aproveitar o prazo de 30 dias da cessação e entrar com novo pedido de auxilio, vc acha mais vantajoso fazer isso ou nao? ai fico com 3 pedidos junto caso negar recurso vou ta recebendo auxilio pq tenho novas provas e deixar a ação judicial correr e talvez ate recebendo…

      Curtir

      • Bom dia, Kaka,
        Primeiro, não há mais condições de entrar com recurso administrativo pois já entrou com uma ação judicial. E quando se entra, primeiro, com uma ação judicial, a Junta de Recurso fica legalmente impedida de proceder qualquer julgamento em processo que está tramitando na Justiça.

        Curtir

    38. Boa noite sr Messias , dia 10/08/2016 foi enviado ao recurso onde deram parecer favorável unanime para inclusão de 2 anos na contagem . Mas não deu a aposentadoria por tempo de contribuição proporcional pois não computaram 11 meses até agosto de 2016 . Dia 15/05 foi enviado ao SRD para análise onde em 01/06 foi dado o parecer para que a agencia fizesse nova recontagem . Pergunto : se for dado ok , a aposentadoria vira retroativa de 10/8/2016 ? Obrigado sr Messias ! Deus abençoe !

      Curtir

      • Boa noite, Rita.
        Vai depender de como o SRD vai analisar seu caso. A Legislação Previdenciária é bastante complexa, e cada caso é um caso. Mas é possível, que eles reconheçam, mas não não afirmar com exatidão.

        Curtir

      • Sr Messias boa noite , o SRD , dos 11 meses , só aceitou 5 meses que paguei … 3 meses de 2011 não aceitou por que dizem que paguei a menor que o salário mínimo vigente na época … Era R$ 545,00 e paguei em cima de R$ 540,00 … R$ 5,00 de diferença !!
        Mas na lista onde tem todos os meus pagamentos feitos no Inss consta valores processados acima desses pagamentos . Não entendo isso . Pelos meus cálculos hoje já teria 30 anos e 3 meses mas assim fica dificil fechar … No meu CNIS só consta um valor a menor 5,00 . Mas nessa lista financeira consta complementos a maior . Como fazer ?

        Curtir

        • O nome do documento é Recolhimento do Filiado .. Tem todos os acertos , complementos. Pagamentos feitos … Mas muitos não consta no CNIS .. Você sabe se existe uma maneira de acertar o CNIS ou atualizar os valores ? Obrigado por tudo !

          Curtir

        • quando não consta no CNIS, eles procuram em outras fontes na perspectiva de verificar seu direito. Por isso é demorado, pois é precisa, como disse, muitas vezes, pesquisas externas.

          Curtir

    39. Bom dia
      Juiz me aposentou pela aposentadoria especial….
      Inss recorreu.
      Entrei com um pedido de tutela de urgencia para o inss me aposentar de imediato ja que o mesmo nao concordou apenas com as correções monetarias.
      Meu processo agora mudou pro tribunal recursal de sao paulo
      O que vem pela frente agora ?

      Curtir

      • Bom dia, myreinaldo,
        Só não entendi, porque você informa que foi para o “tribinal recursal de São Paulo”. Se você estiver se referindo ao Tribunal de Justiça de São Paulo, ok; mas se estiver se referindo a Junta de Recurso em São Paulo( que um é tribunal recursal) é impossível, pois uma judicializado sua causa, a Junta não poder julgar seu processo.

        Curtir

    Deixe um comentário

    Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

    Logotipo do WordPress.com

    Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

    Imagem do Twitter

    Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

    Foto do Facebook

    Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

    Foto do Google+

    Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

    Conectando a %s