SINDSPREV/PE: Servidores protestam contra PLP 257/16 no Recife

14.04.2016
Do portal do SINDSPREV/PE
Por Adaíra Sene*

CLIQUE PARA AMPLIAR
 
A quinta-feira (14) é de luta para os servidores federais. Seguindo a recomendação do Fórum dos Sindicatos dos Servidores Públicos Federais da CUT/PE, uma série de mobilizações foi agendada em todo o país para dizer não ao PLP 257/16 que tramita em regime de urgência no Congresso. Em Pernambuco, o Ato Público articulado pelo Sindsprev em parceria com o Sindsep aconteceu na Praça da Independência, mais cohecida como Pracinha do Diario. No protesto, também foi entregue uma carta aberta à população esclarecendo os motivos para o ato e houve uma apresentação teatral da TV Sindical fazendo críticas ao projeto.

Confira a síntese do projeto

Análise Técnica do DIEESE sobre o projeto

A categoria foi às rua exigir o respeito aos direitos dos trabalhadores. O projeto de lei é considerado um pacote de maldades e inclui até mesmo programa de demissão voluntária e desvalorização do salário mínimo, além de comprometer o acordo de greve. 

No Recife, a mobilização começou por volta das 9h40 e reúne os servidores da base do Sindicato dos Trabalhadores Públicos Federais em Saúde e Previdência Social no Estado de Pernambuco, como funcionários da Funasa, do INSS, da PAM Centro, do Hospital Agamenon Magalhães e do Hospital Geral de Areias e também da base do Sindicato dos Servidores Públicos de Pernambuco, como os trabalhadores do Incra e do Instituto Federal em Educação.

Em Brasília, a manifestação aconteceu às 9h, no Anexo III da Câmara dos Deputados. 

O que prevê o PLP 257?

O PLP institui o choque de gestão no país e ameaça uma série de direitos trabalhistas e salariais dos servidores nas três esferas: municipal, estadual e federal. Ele adota uma série de medidas como suspensão do concurso público, congelamento de salário e o estímulo à demissão voluntária no funcionalismo.
 
O projeto chega a falar em suspensão da valorização anual do salário mínimo, o que prejudicaria também os trabalhadores do setor privado. Além disso, tem como proposta alongar a dívida pública dos estados e vem acompanhado de condicionantes que provocam uma profunda reforma administrativa. O PLP Mais de 200 emendas já foram apresentadas ao PLP que segue com votação em regime de urgência constitucional.

CLIQUE PARA AMPLIAR     CLIQUE PARA AMPLIAR

CLIQUE PARA AMPLIAR     CLIQUE PARA AMPLIAR

CLIQUE PARA AMPLIAR     CLIQUE PARA AMPLIAR

Durante o Dia Nacional de Lutas, algumas Agências da Previdência Social do estado aderiram à mobilização e suspenderam os atendimentos espontâneos até mesmo no interior. Foram mantidos apenas os serviços agendados.

*Imprensa Sindsprev.

****
Fonte:http://www.sindsprev.org.br/index.php?categoria=noticias_principais_01&codigo_noticia=0000003748&cat=noticias

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s