“SE HOUVE ACORDO TEMER-CUNHA, É HORA DE POR FIM À FARSA DO IMPEACHMENT”

14.07.2016
Do portal  BRASIL247

:
Senador Roberto Requião (PMDB-RJ) diz ser “inaceitável” a possibilidade de que o presidente interino, Michel Temer, tenha ido “compor” com o agora ex-presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), “para manobrar sua absolvição”; “Se realmente o governo interino avalizou o acordo na Câmara com Cunha é chegada a hora de por fim a farsa do impeachment”, afirma o peemedebista, que é defensor da ideia de um plebiscito sobre novas eleições; “Este acordo, ou tentativa de acordo na Câmara, deixa clara a necessidade de acabarmos com a novela de impeachment e pensarmos no Brasil”, reforça; Requião diz ainda que a presidente Dilma “seguramente” tem os votos para barrar o impeachment no Senado

Paraná 247 – O senador Roberto Requião (PMDB-PR) protestou nesta manhã, pelo Twitter, sobre a possibilidade de o presidente interino, Michel Temer, ter ajudado o agora ex-presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), a “manobrar sua absolvição” com um acordo que resultaria na renúncia do deputado.

“Não vejo problema em Temer conversar com Cunha, mas compor com ele para manobrar sua absolvição é inaceitável. Claro e simples assim”, protesta Requião, que é do mesmo partido de Temer e Cunha, mas grande crítico do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff.

Em meio a renúncia de Cunha, anunciada nesta quinta-feira 7, cresceram os rumores de que foi um ato combinado com Temer. O interino recebeu o deputado afastado no Palácio do Jaburu num domingo à noite há cerca de duas semanas e nos últimos dias recebeu um telefonema de Cunha, segundo o colunista José Casado.

Ontem, o jornal O Globo confirmou, em uma reportagem publicada após o anúncio do afastamento de Cunha, que o acordão pela renúncia contou com a participação direta do Palácio do Planalto. O acordo previa que o processo de cassação de Cunha voltaria da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) para o Conselho de Ética na Câmara, dando sobrevida ao parlamentar.

“Este acordo, ou tentativa de acordo na Câmara, deixa clara a necessidade de acabarmos com a novela de impeachment e pensarmos no Brasil”, protestou ainda Requião. “Se realmente o governo interino avalizou o acordo na Câmara com Cunha é chegada a hora de por fim a farsa do impeachment”, reforçou.

Requião diz ainda que a presidente Dilma Rousseff “seguramente” tem os votos para barrar o impeachment no Senado em agosto. “Partindo de 22 votos e um universo de 57 senadores para conversar e dizer o que pretende, Dilma terá os 6 votos para o terço seguramente”, postou.
*****
Fonte:http://www.brasil247.com/pt/247/parana247/242827/%E2%80%9CSe-houve-acordo-Temer-Cunha-%C3%A9-hora-de-por-fim-%C3%A0-farsa-do-impeachment%E2%80%9D.htm

Anúncios

Um comentário sobre ““SE HOUVE ACORDO TEMER-CUNHA, É HORA DE POR FIM À FARSA DO IMPEACHMENT”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s