DOENÇA DO “PATO LOUCO”

10.06.2017
Do Twitter de 

*****
Fonte:https://twitter.com/demo_fantasma/status/873638857010446336/photo/1

Fascista mirim ataca Janio de Freitas

19.01.2017
Do BLOG DO MIRO
Por Altamiro Borges

O fascista mirim Kim Kataguiri – também já apelidado carinhosamente de “Kinta Katiguria” – resolveu utilizar o espaço semanal gentilmente cedido pela Folha golpista para criticar um dos jornalista mais respeitados do país, o veterano Janio de Freitas. Ainda sem explicar as origens da grana do seu sinistro Movimento Brasil Livre (MBL), o fedelho afirma que “Janio de Freitas vive num mundo paralelo” por criticar a gangue que assaltou o poder em Brasília. Ele até parece um porta-voz infantil, “recatado e do lar”, do Judas Michel Temer – sabe-se lá a que preço.

Seu artigo apenas revela o desespero dos golpistas, que têm sido cada dia mais questionados – inclusive pelos “coxinhas” que saíram às ruas para gritar “Fora Dilma” e agora já percebem que foram usados como massa de manobra, como autênticos “patos amarelos”. Sua irritação é porque Janio de Freitas escreveu, também na Folha, que o resultado da ação da “direita marchadora” foi um governo lotado de corruptos – alguns deles inclusive já defecados. A dura verdade, como uma porrada, atingiu em cheio o vaidoso líder mirim da “direita marchadora”.

Daí a sua reação agressiva e infantil. Num dos trechos, Kinta Katiguria esbraveja contra Janio de Freitas. “O jornalista ainda chama Dilma de ‘presidente de reconhecida honestidade’, insistindo na imagem de ‘guerrilheira incorruptível’, criada em torno da petista para enganar a militância quadrúpede”. Noutro ele tenta justificar seu apoio militante, “quadrúpede”, ao covil golpista. “Aqueles que foram às ruas para lutar pelo impeachment de Dilma Rousseff não escolheram Michel Temer. Quem escolheu foi a Constituição”.

“De qualquer maneira, o governo Temer está sendo infinitamente melhor do que os governos petistas. Para começar, a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) do teto foi aprovada. O país firmou um compromisso com a responsabilidade fiscal que vai além do atual governo… O governo também conseguiu aprovar a reforma do ensino médio, que dá maior poder de escolha aos estudantes e estava travada há anos. Além disso, temos a perspectiva de debater reformas como a trabalhista, tributária, política e previdenciária, questões cuja discussão tinha sido praticamente criminalizada pelo PT”.

Haja bajulação, falsidade e cinismo – sabe-se lá a que preço!
****
Fonte:https://altamiroborges.blogspot.com.br/2017/01/fascista-mirim-ataca-janio-de-freitas.html#more

PIMENTA: PANELEIROS SERÃO ESBOFETEADOS COM A VOLTA DA CPMF E ALÍQUOTA 0,5%

29.12.2016
Do portal BRASIL247

RS 247 – O deputado Paulo Pimenta (PT-RS) usou sua conta no Twitter para fazer um alerta: depois que quebrar o País, Michel Temer e Henrique Meirelles irão propor a volta da CPMF, em 2017, com alíquota de 0,5%.

“Os golpistas serão esbofeteados quando perceberam que terão que pagar o pato”, diz ele.

Nesta quinta-feira, em editorial, a Folha de S. Paulo, que condenou o ajuste fiscal proposto pela presidente Dilma Rousseff e pelo então ministro Joaquim Levy, já defende novos impostos em 2017.

“São hipócritas”, resumiu Pimenta.

Em entrevista recente ao 247, Dilma afirmou que seria impossível fazer um ajuste verdadeiro, sem mexer também nas receitas, e não apenas nas despesas:

******
Fonte:http://www.brasil247.com/pt/247/rs247/272622/Pimenta-paneleiros-ser%C3%A3o-esbofeteados-com-a-volta-da-CPMF-e-al%C3%ADquota-05.htm

Onde estão os batedores de panelas?

14.12.2016
Do blog PRAGMATISMO POLITICO

A verdade é que o silêncio das panelas é ensurdecedor. É um recado cruel, de tão claro: “Nós, batedores de panelas, não damos a mínima para o Brasil”

onde estão batedores panela corrupção elite direita

Nathali Macedo, DCM

Procuro escrever um texto irônico e bem-humorado sobre a aprovação da PEC 55, mas tem coisas das quais a gente não consegue rir nem de nervosismo.

Queria dizer “bem feito, pobre de direita” para o meu primo Bolsominion – que pensa que é rico só porque tem piscina – mas eu estaria dizendo “bem feito” também para a minha sobrinha de quatro anos, que só viverá – talvez, quem sabe – um país melhor aos vinte e quatro, e aos meus pais, que talvez morram sem terem conseguido se aposentar. Estaria dizendo “bem feito” para mim mesma e para todos os meus irmãos de pátria, absolutamente todos, coxas, petralhas, anarcos e isentões.

A verdade é que o silêncio das panelas é ensurdecedor. É um recado cruel, de tão claro:

“Nós, batedores de panelas, não damos a mínima para o Brasil. Nós, assim como aqueles que nos representam, somos maus perdedores e, portanto, não nos importa o que aconteça daqui pra frente, desde que sigamos com esse sentimento de vitória, desde que deixem a salvo nossa ilusão de que nós tiramos a presidenta desgraçada do lugar onde a democracia a colocou. Nós preferimos nosso covarde silêncio ou essa insistência patética na ideia de que a PEC 55 salvará o Brasil do estrago feito pelo partido que inventou a corrupção – fora petê!!! – (sim, ainda há em insista, Silas Malafaia que o diga) – à confissão impensável de que fomos massa de manobra para um golpe.

Assim como não suportamos perder, nós não suportamos a ideia de que fomos enganados – e para fugir dessa ideia, somos capazes até mesmo de proteger àqueles que nos enganaram.”

A segunda verdade é que não há nada que combine mais com a direita antipetista do que esse silêncio covarde. Foi por covardia que eles foram às ruas. Foi pelo medo que têm e sempre tiveram do dia em que o povo se levantasse pelos seus direitos, do dia em que a favela descesse pra cobrar os atrasados (chamam isso de ataque comunista), pelo medo – com o qual talvez nunca consigam lidar – de perderem seus privilégios.

Nós, petralhas, comunas, maconheiros, abortistas, boicotadores da pátria, desordeiros, vândalos – como bons defensores da democracia, não queremos colocar palavras na boca da direita, como fui obrigada a fazer neste texto.

Nós, queridos coxas, queremos ouvi-los.

Qual a sensação de ver o país se afundando no lodo do ilegítimo que vocês (pensam que) puseram na presidência? Por que suas panelas importadas estão em silêncio diante destes vinte anos de “gastos” congelados e nem uma palavra sobre a taxação das grandes fortunas? O que, afinal, vocês têm a dizer sobre a lista da Odebrecht?

Nós queremos desesperadamente – talvez num ato de fraqueza – acreditar que vocês fizeram o que fizeram por ignorância. Com todo esse silêncio, fica parecendo que foi por puro ódio de classe.

******
Fonte:http://www.pragmatismopolitico.com.br/2016/12/onde-batedores-panelas.html

GOLPISTAS E MENTIROSOS:PEC da maldade faz ficha dos coxinhas começar a cair

13.10.2016
Do BLOG DA CIDADANIA
Por Eduardo Guimarães

bolsonaro-capa

Este blogueiro continua na contramão do senso comum – e se preocupa quando não está, pois sabe que não deve estar enxergando direito. Por exemplo, nessa questão da ascensão da direita radical ao poder ou do tempo que vai demorar para os golpistas serem desmascarados.

Assim como em junho de 2013 eu achava, desde a primeira manifestação, que tudo aquilo iria fazer um grande mal ao Brasil – e, por isso, fui tachado de “reacionário” -; assim como desde 2005 venho dizendo que iriam derrubar o PT do poder via golpe parlamentar (impeachment), agora digo que vai demorar pouco tempo para a máscara dos golpistas cair.

Nesse aspecto, estou na contramão da contramão da contramão. Cerca de 9 em cada dez comentários que fazem quando escrevo sobre isso vão no sentido de que estou enganado, de que sou muito “otimista”.

Quando eu falava em golpe, já a partir de 2005, e a cada semana de cada ano posterior até que o golpe fosse dado, e quando eu avisava, desde então, que iriam usar o impeachment para tirar o PT do poder, diziam-me “pessimista”.

Não sou nem uma coisa (otimista) nem outra (pessimista). Sou realista.

Assim como eu achava negativo quando diziam que estava tudo azul ou cor-de-rosa – e eu achava o cenário para lá de cinzento –, agora eu acho que está tudo menos cinzento do que parece. E que não vai demorar tanto assim para o povo entender que foi ludibriado pela direita.

Há vários indícios de que aqueles que chegaram a pedir a derrubada de Dilma começam a perceber que fizeram um mau negócio trocando o certo pelo duvidoso e que foram enganados pelos golpistas.

Em post anterior, noticiei pesquisa privada que mostra que a maioria do país não faz nem ideia do que representa a PEC 241 e grande parcela da sociedade nem sabe que medida tão grave foi tomada. Isso é uma má notícia.

Porém, há uma boa notícia. Quem fica sabendo dessa lei e de todos os males que irá causar, assusta-se e fica visceralmente contra.

Se você pensa que é só a esquerda que entende quanto é ruim essa medida tucano-peemedebê-midiática, enganou-se. À direita, a militância mais engajada – porém sem vínculo direto com o governo – já começa a se assustar e a ficar incrédula diante da loucura que é essa PEC.

Um episódio recente comprova isso. O deputado de ultradireita Jair Bolsonaro, ligado às Forças Armadas, vinha criticando fortemente a PEC 241 porque obviamente sabe que os salários dos militares e os investimentos nas três Armas da República ficarão prejudicados pela medida, como de resto tudo o mais.

Porém, após banquete de 200 talheres promovido por Temer para os deputados na véspera da votação da PEC, Bolsonaro mudou radicalmente de posição, passou a apoiar a medida e anunciou que iria votar a favor.

bolsonaro-1

Em vídeo publicado em seu perfil no Facebook pouco antes da votação, Bolsonaro explica que mudou de posição porque os golpistas e altas patentes das forças armadas lhe garantiram que os militares não serão afetados de verdade pela PEC porque logo após ela “passar” no Congresso eles serão tirados do rol dos setores que terão as verbas públicas contingenciadas, o que deve ser um tipo de ilegalidade ou, no mínimo, uma afronta ao resto da sociedade.

Confira vídeo que mostra as duas posições antagônicas entre si que Bolsonaro adotou em um intervalo de poucos dias.

Em situação normal, essa postura inaceitável de Bolsonaro de pregar contra os horrores da PEC 241 e de prometer que votaria contra e, em seguida, mudar de posição miraculosamente seria recebida com conformismo pelos fidelíssimos seguidores dele, mas eis que ocorre um fenômeno que, pensando bem, nem chega a ser de estranhar tanto…

Os seguidores de Bolsonaro se revoltaram. No post do Facebook em que ele comunica sua mudança de posição, direitistas radicais e moderados espantam-se ao ver que o deputado militarista se contenta com a promessa – que, provavelmente, Temer fez – de que os militares serão tirados da PEC 241 logo após ela ser aprovada.

Afinal, como esses comentaristas disseram, Bolsonaro não é o candidato só dos militares. Ele anseia ser candidato a presidente da República, ora.

Confira algumas dessas manifestações no perfil de Bolsonaro no Facebook

bolsonaro-2

São mais de cinco mil comentários. Quem quiser pode clicar no link acima e conferir um por um.

Muitos comentaristas se rendem ao discurso absurdamente suspeito de Bolsonaro e ficam no mimimi antipetista, mas GRANDE parte dos fãs dele tomou um susto ao ver sua atitude ridiculamente desonesta e em total desconsideração com um país que ele pretende governar.

E olhem que os efeitos da PEC nem começaram a ser sentidos. Há uma profusão de setores que serão duramente atingidos.

Uma quantidade imensa de pessoas que apoiou o golpe contra Dilma vai se arrepender amargamente; vai perder emprego, vai ter sua vida destruída. Não há jeito de os golpistas não fazerem isso. É só seguirem o que estão dizendo que vão fazer.

Que façam, pois!

Venho dizendo essas coisas e, assim como em 2013, parece que, em certos momentos, poucos enxergam os fatos. A comoção cega as pessoas.

As medidas que os golpistas prometem adotar para agradar ao capital e aos países ricos, EUA à frente, vão massacrar o povo brasileiro. E não pense que será só o pobre. A classe média vai sofrer muito, talvez até mais do que os pobres, pois deles há pouco a tirar – vão perder ao longo do tempo.

Já os mais abastados vão pagar com o encolhimento draconiano do mercado brasileiro. Empresários que atuam no segmento voltado para as classes populares, por exemplo, terão prejuízos GIGANTESCOS.

Vai demorar pouco. Se Temer, seu partido e o PSDB inteirinho fizerem o que estão prometendo, em 2018 vai ter gente que apoiou o golpe pedindo de joelhos a volta do Lula.

E se Lula estiver preso ou inelegível? Será a vez do candidato de esquerda que se apresentar. Bastará ser de esquerda.

Tenho dito que essa “alternância” (forçada) no poder será boa para o país, em larga medida, porque vai fazer as pessoas entenderem a diferença entre esquerda e direita.

O recall do governo Lula é muito forte, por isso precisam prendê-lo. Mas nada como sofrimento para tornar as pessoas mais lúcidas. Vão entender o que de fato é ser de esquerda e o que de fato é – e a quem interessa – ser de direita.

Hoje, as pessoas estão com os ouvidos tampados. Só ouvem quem fala mal do PT porque ainda acham que tirando o PT do poder, agora suas vidas voltarão ao que eram durante a maior parte do governo petista. Mas já começam a descobrir que se enganaram.

Vai ter muita gente zangada com os golpistas. Eu não queria estar na pele deles. Por isso FHC, esperto como só ele, está atacando Temer sem parar. Ele, como eu e outros como eu, já percebeu que o golpe vai ser desmascarado logo, logo.

Não acredita? Espere, então. Um par de anos será suficiente…

*****
Fonte:http://www.blogdacidadania.com.br/2016/10/pec-da-maldade-faz-ficha-dos-coxinhas-comecar-a-cair/

O desespero de Sergio Moro é não poder matar ideias

07.08.2016
Do blog PRAGMATISMO POLÍTICO, 02.08.16
Por Armando Rodrigues Coelho, GGN

juiz sergio moro ideias lula

A coruja teve um filhinho lindo.

Por um golpe de estado comprado por 45 dinheiros não se pode pedir certificado de garantia. As falhas aparecem por todos os lados. É como uma quinquilharia chinesa comprada no camelô, sem durabilidade, chinfrim, “fake in Mooca”. Jamais será o que pretende ser e vai sempre mostrar a identidade – é falso. Assim como o golpe assinado por mais de 300 bandidos, endosso por Cunha, Fernandinho Beira-Mar, coxinhas e seus asseclas.

Um golpe de 45 dinheiros, que traz o número de uma quadrilha impune, intocável, repleta de bandidos de estimação da grande mídia e da Polícia Federal. Amiga do caloteiro pato da Fiesp, hoje murcho e silente como os paneleiros. Os delegados da PF, que nos grupos fechados já sabiam há tempos do golpe “que viria através dos Estados Unidos”, estão caladinhos. Falavam grosso com Dilma e hoje, nem fino falam com o impostor Temer, sem um centavo a mais no orçamento pessoal ou institucional.

Não é golpe, dizem. Mas o partido que perdeu as eleições está no governo, vale o programa político rejeitado nas urnas. A podridão do truque dos magos está escancarada, a crise não é mais crise e qualquer escândalo sobre os ladrões golpistas pode ser abafado com notícia falsa contra o estadista, herói do povo Lula – o cidadão mais perseguido da história do Brasil.

A sorrelfa golpista passa pelo escárnio, pela apressada venda do patrimônio nacional. Vai além dos 45 dinheiros, inclui ator pornô, desprezo pela cultura, bandidos assumindo postos-chaves. Constituição rasgada, a Corte Suprema é tão silente que dá até saudade dos circunspectos juízes que no passado eram maldosamente tratados como membros de um “grande balcão de negócios”, sensíveis a “embargos auriculares”.

Sacripantas e sibaritas comemoram a volta do Brasil ao ideário do Século 19. Pobre do estudante de direito de hoje, que nos primeiros dias de aula aprende que o Direito Civil só serve para tornar o rico mais rico e o Direito Penal para perseguir o pobre. A lei contra o terror é o próprio terror. Foi aprovada por um governo acuado, que de tão acuado sancionou a lei que impede o povo de lutar pelo resultado das urnas. Faces de um golpe sujo e calculado, que ora se apresenta como assalto a mão armada numa quebrada qualquer, ora com requintes de quem faz um túnel para roubar o Banco Central e ora como festa de estelionatários depois de enganar e roubar vítimas.

Tudo isso em clima de Farsa Jato – pirotecnia falso moralista para acabar com o PT e prender Lula.

Perda de tempo! Crucificaram Cristo, mas o Cristianismo sobreviveu. Mataram Tiradentes, mas seu ideal cruzou os séculos. Mataram Zumbi, mas um negro, mesmo sujeito a críticas, chegou à ex-Corte Magna. Assim, permito-me mandar um recado a um tal Sérgio Moro e sua trupe, inspirado na peça “Liberdade, Liberdade” (Flávio Rangel e Miloor Fernandes).

“O Cristo morreu na cruz, mas o cristianismo se transformou na maior força espiritual do mundo. Galileo Galilei cedeu diante da Inquisição, mas a Terra continuou girando ao redor do Sol, e quatro séculos mais tarde, um jovem tenente anunciou da estratosfera que a Terra é azul. Anne Frank morreu, mas Israel ressurgiu da cinza dos tempos… Depois da segunda guerra mundial tornaram-se independentes treze nações asiáticas e trinta e quatro nações africanas…”

Portanto, Sr. Sérgio Moro, não se matam ideias. O Cristianismo não morreu na cruz, do mesmo modo que qualquer truculência contra Lula ou o Partido dos Trabalhadores (ao qual não sou filiado e nem tenho procuração para defender), só vai lhe servir para promoção pessoal diante de medíocres. A força, o ideal de fraternidade que nos impulsiona, sobreviverá como cobra de vidro à tirania do golpe.

Não será prendendo Lula, fechando diretório, calando jornalistas que se mata uma ideia. Prende-se, matam, torturam e desmoralizam-se pessoas, mas o que nos move é um sentimento de fraternidade. Não tem nada a ver com dinheiro nem grana da Petrobrás, não se esgota em siglas, nem o PT é isso que a mídia diz. Sobrará sempre uma semente do Lula ou algo parecido para infernizar vossa ganância. E tem mais: se precisar, a gente volta a vender estrelinhas de novo… Lamento frustrar o paparicado “magistrado”. Assim mesmo, sem data vênia, entre aspas e com letra minúscula.

*****
Fonte:http://www.pragmatismopolitico.com.br/2016/08/o-desespero-de-sergio-moro-e-nao-poder-matar-ideias.html

Midiotas e Coxinhas atiraram no próprio pé:“Ciência sem fronteiras” frustra coxinha!

11.07.2016
Do BLOG DO MIRO
Por Altamiro Borges

Não foi por falta de aviso. Um velho amigo, que se orgulhava do filho cursando faculdade nos EUA graças ao programa “Ciência sem Fronteiras”, confessou certo dia que participou das marchas pelo impeachment de Dilma na Avenida Paulista. Com ironias, afirmei que ele deu um tiro no pé. Que serviu de massa de manobra para as elites corruptas – que se travestiram de vestais da ética para golpear os tímidos avanços sociais dos últimos anos. Não deu outra. Na semana passada, ele reconheceu – meio constrangido – a sua baita cagada! Soube através do noticiário, que ele confia tanto – como tantos “midiotas” – que o governo golpista de Michel Temer pretende reduzir as bolsas de estudo no exterior. No íntimo, eu dei risada. Só lamentei a triste sina do seu filho!

A decisão de “interromper” as bolsas foi anunciada na semana passada. A própria Folha tucana informou, talvez com sentimento de culpa, que “estudantes de doutorado pleno no exterior do programa federal de intercâmbio estão enfrentando problemas para renovar a concessão das suas bolsas – o que já tem deixado alguns deles sem dinheiro ou em situação ilegal no país em que estudam. A Folha conversou com quatro doutorandos que estão nessa situação em universidades do Reino Unido, da Holanda e da Itália. Eles tiveram sua bolsa mensal interrompida indefinidamente após parecer negativo da Capes, agência federal que participa do programa Ciência sem Fronteiras pelo MEC (Ministério da Educação)”, relata a correspondente Sabine Righetti.

Ainda segundo a reportagem, “não há dados oficiais de quantos doutorandos brasileiros estejam no mesmo imbróglio – há 2.713 alunos de doutorado com bolsa plena do governo federal fora do país. Um dos estudantes ouvidos pela reportagem disse que está sem dinheiro e em situação ilegal. A renovação de seu visto de permanência no país depende da renovação da concessão da bolsa. Ele afirma ter enviado uma série de documentos para a Capes pedindo a reconsideração do parecer – incluindo uma carta do seu orientador europeu, que alega bom desempenho acadêmico. ‘Imagine se eu tiver de voltar para o Brasil sem o título de doutorado?’, diz Ana* (nome fictício)… ‘Temo ter perdido dois anos de minha vida’”.

O jornal da famiglia Frias, um dos mais venenosos críticos dos governos petistas, lembra que o programa “Ciência sem Fronteiras” foi criado pela presidenta Dilma em 2011. O seu objetivo era enviar 101 mil estudantes brasileiros para as melhores universidades do mundo. “A especulação é que agora, o governo [interino e golpista, que a Folha apoiou] estaria cortando as bolsas no exterior para reduzir custos, diante da atual crise econômica. Para se ter uma ideia, o investimento mensal para manter um bolsista de doutorado pleno nos EUA – onde há 573 deles –, em cidade considerada ‘de alto custo’, é de U$ 1.700. No Reino Unido, que tem 504 bolsistas de doutorado pleno, o investimento mensal do governo com cada doutorando é de quase R$ 8.000”.

Para saciar o apetite insaciável do “deus-mercado”, que financiou o “golpe dos corruptos”, os usurpadores que assaltaram o Palácio do Planalto já cortam as bolsas e até estudam cancelar o programa. Muitos “midiotas” que saíram às ruas nas marchas golpistas pelo “Fora Dilma” já devem estar arrependidos! Não foi por falta de aviso! Talvez a única alternativa no futuro próximo seja trabalhar 80 horas semanais, como sugeriu o capataz da Confederação Nacional das Indústrias (CNI) ao Judas Michel Temer, para pagar o estudo dos filhos no exterior! Mas com a volta da escravidão para que serve estudar? Chora coxinha!

****
Fonte:http://altamiroborges.blogspot.com.br/2016/07/ciencia-sem-fronteiras-frustra-coxinha.html#more