Imagem de Aécio ‘espiando pela janela’ após ser salvo viraliza nas redes

18.10.2017
Do blog PRAGMATISMO POLÍTICO

Imagem publicada pelo jornal Correio Braziliense mostra o senador Aécio Neves (PSDB-MG) espiando pela janela de sua residência logo depois de o Senado livrá-lo das punições impostas pelo STF

foto aécio neves espiadno pela janela brasília senado viraliza

Natália Lambert , Correio Braziliense

Senado Federal decidiu na noite desta terça-feira (17/10) manter o mandato do senador Aécio Neves (PSDB-MG), derrubando uma decisão do Supremo Tribunal Federal (STF). O placar da votação foi de 44 a 26, com uma abstenção.

Aécio estava afastado das atividades parlamentares e cumprindo reclusão noturna desde o fim de setembro, por determinação do STF. O tucano é denunciado por receber propinas de R$ 2 milhões de executivos da JBS. A manutenção ou revogação dessas medidas cautelares precisava ser referendada por 41 dos 81 senadores.

Por 3 a 2, a Primeira Turma do STF decidiu no dia 26 de setembro afastar novamente o senador Aécio Neves (PSDB-MG) do exercício das funções parlamentares e colocá-lo em recolhimento noturno.

O colegiado restaurou medidas cautelares que haviam sido determinadas pelo ministro Edson Fachinem maio, como a proibição do senador de se ausentar do país e de entrar em contato com qualquer outro investigado no conjunto de fatos revelados na delação da J&F.

No entanto, a decisão do colegiado da Corte depende da aprovação do Senado. A regra foi reiterada por decisão do STF em julgamento de Ação Direta de Inconstitucionalidade 5526, que discutia se sanções como prisão preventiva e medidas cautelares, quando aplicadas contra parlamentares, devem ser submetidas ao Congresso Nacional em 24 horas.

Os ministros concordaram, em decisão no dia 11 de outubro, que não cabe ao Legislativo rever a decisão, mas decidir se vai aplicá-la ou não.

Alvo da Operação Patmos em maio, Aécio Neves foi denunciado em junho pela Procuradoria-Geral da República (PGR) pelo crime de corrupção passiva e de embaraço a investigações. O senador é acusado formalmente de ter aceitado propina de R$ 2 milhões repassados pela J&F a um primo do senador e a um auxiliar parlamentar e de ter tentado obstruir investigações.

Votação

A decisão foi apertada. Para o resultado ser possível, alguns senadores chegaram a contrariar orientações médicas para participar do pleito. O líder do PSDB no Senado, Paulo Bauer (SC), que teve uma crise hipertensiva pela manhã, foi direto do hospital para o Senado. A votação, inclusive, atrasou alguns minutos para aguardar a sua chegada.

Já o líder do governo, Romero Jucá (PMDB-RR), ignorou o atestado médico para participar das articulações a favor de Aécio ao longo do dia e da votação desta terça-feira. Na semana passada, ele foi internado e submetido a uma cirurgia de diverticulite aguda.

Durante a sessão, o senador Renan Calheiros (PMDB-AL) chegou a convocar Bauer para participar da sessão, no microfone. Ele brincou que o líder do governo “arrancou metade das tripas” e veio votar mesmo assim.

Aliados de Aécio, o presidente do PP, Ciro Nogueira (PI), e o senador Antonio Anastasia (PSDB-MG), desistiram de participar de missões especiais no exterior esta semana para participar da votação. O próprio presidente da Casa, Eunício Oliveira (CE), antecipou o seu retorno da Rússia, ontem à noite, para poder conduzir os trabalhos. Desde então, ele fez diversas reuniões até a tarde de hoje com políticos e técnicos para tratar da votação.

Do lado oposto ocorreu movimento semelhante, porém menos eficaz. A senadora Ana Amélia (PP-RS)desistiu de uma missão especial para a Itália para poder votar pela manutenção da decisão do STF O líder do DEM, senador Ronaldo Caiado (GO), veio ao Senado de cadeira de rodas, após ter fraturado o úmero ao tentar domar uma mula em sua fazenda na cidade de Mara Rosa (GO), na semana passada. Ele está de licença médica por 15 dias.

Discussão

A sessão foi aberta por volta das 17 horas. A fase de discussão sobre o caso durou cerca de duas horas. Dez senadores falaram na tribuna – cinco contrários à decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) e outros cinco favoráveis.

Falaram contra a decisão do STF os parlamentares Jader Barbalho (PMDB-PA), Telmário Mota (PTB-RR), Antonio Anastasia (PSDB-MG), Roberto Rocha (PSDB-MA) e Romero Jucá (PMDB-RR). Álvaro Dias (PODE-PR), Ana Amélia (PP-RS), Humberto Costa (PT-PE), Randolfe Rodrigues (REDE-AP) e Reguffe (Sem partido-DF) foram favoráveis ao afastamento.

O PMDB, maior partido do Senado, com 22 senadores, decidiu fechar questão e encaminhou voto favorável a Aécio Neves. Outros partidos como PP, PR, PRB, PTC e PROS se manifestaram pelo voto “não”, ou seja, contra a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) e pela manutenção do mandato do tucano.

Em discurso, o presidente do PSDB, que representa a segunda maior bancada da Casa, Tasso Jereissati (CE), defendeu o direito de defesa de Aécio e também encaminhou voto contra as medidas cautelares.

Já as legendas PT, PSB, PODE, PDT, PSC e Rede se manifestaram contra Aécio e a favor da decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de afastá-lo. O PSD e o DEM decidiram liberar a bancada para que cada um vote como considerar melhor.

Leia também:
Por que os inquéritos contra Aécio Neves não terminam nunca?
Decreto permite investigação de conta da família Neves em Liechtenstein
Vídeo que Aécio tenta censurar viraliza e Comissão da Câmara pede apuração
Promotor que investigava caso do helicóptero da cocaína é afastado
Por que escândalos de corrupção envolvendo tucanos não avançam na Justiça?
*****
Fonte:https://www.pragmatismopolitico.com.br/2017/10/imagem-de-aecio-espiando-pela-janela-viraliza.html

Anúncios

PF acha provas de crime de Aécio

26.05.2017
Do blog CONVERSA AFIADA
Por Paulo Henrique Amorim

Dá pra salvar, Ministro Gilmar?

unnamed (2).jpg

Do Estadão:

No relatório sobre o material apreendido no gabinete e nas residências do senador afastado Aécio Neves (PSDB-DF) durante a Operação Patmos, deflagrada no dia 18, a Polícia Federal diz ter encontrado “diversos comprovantes de depósitos e anotações manuscritas, dentre elas a inscrição ‘CX 2”. A lista completa de materiais apreendidos inclui telefones celulares, obras de arte, documentos e anotações sobre a Construtora Norberto Odebrecht e Joesley Batista. 

No apartamento que o senador tem no na Avenida Vieira Souto, no Rio, os agentes encontraram “diversos documentos acondicionados em saco plástico transparente, dentre eles um papel azul com senhas” e “diversos comprovantes de depósitos e anotações manuscritas, dentre elas a inscrição caixa 2”. 

Um aparelho bloqueador de sinal telefônico também foi apreendido, além de 15 quadros 1 uma escultura e um dos quadros tem a inscrição “Portinari”.

Já no gabinete do tucano no Senado, foram apreendidos “planilhas com indicações para cargos federais”, além de cópias de uma agenda de 2016 com os nome do empresário Joesley Batista e a irmã de Aécio, Andrea Neves, presa durante a operação. E também “folha manuscrita contendo dados do CNO (Construtora Norberto Odebrecht)”.

Há ainda o registro de um “papel manuscrito contendo anotações citando o ministro Marcelo Dantas”, em uma possível indicação ao ministro do  Superior Tribunal de Justiça (STJ) Marcelo Navarro Ribeiro Dantas, investigado em um dos inquéritos da Lava Jato.

(…)

*****
Fonte:https://www.conversaafiada.com.br/politica/pf-acha-provas-de-crime-de-aecio

Aécio, o verdadeiro mensaleiro

03.05.2017
Do portal BRASIL247, 12.04.17
Por ESMAEL MORAIS

Pedro França/Agência Senado

Esqueça tudo que você viu, leu ou ouviu nos últimos anos — as fake news da velha mídia — acerca de “mensaleiros”, pois, segundo delações da Odebrecht, o verdadeiro mensaleiro era o senador e presidente nacional do PSDB Aécio Neves (MG).

Os delatores da empreiteira afirmaram que “Mineirinho”, o codinome de Aécio, recebia mesadas que variavam de 1 milhão de reais a 2 milhões de reais. Ou seja, pelo valor poder-se-ia ser classificado de “mensalão”.

Não há a pretensão ou vocação desta página pelo vestalismo. Pelo contrário. Somente o registro do falso moralismo que tomou conta da velha mídia e da velha oligarquia política do país.
Voltemos ao mensalão de Aécio.

Segundo o colaborador Henrique Valladares, o mensaleiro Aécio recebia religiosamente a mesada da Odebrecht. Os executivos da empreiteira apresentaram provas documentais de pagamento de propina ao presidente nacional do PSDB e a seus aliados políticos nos estados.

Não é à toa que o ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no STF, autorizou nesta terça (11) a abertura de cinco inquéritos para investigar Aécio.

E não é que Aécio e demais golpistas saíram às ruas para protestar contra a corrupção em passado recente? haja cinismo…

Grosso modo, é o típico filme cujo final o “mocinho” era, na verdade, o “bandido” e o “bandido” era o “mocinho”. É a vida imitando a arte.
****
Fonte:http://www.brasil247.com/pt/colunistas/esmaelmorais/290099/A%C3%A9cio-era-o-verdadeiro-mensaleiro.htm

GOLPISTAS SEM MORAL:Violaram o PSDB

19.04.2017
Do portal BRASIL247
Por HENRIQUE MATTHIESEN

Valter Campanato/Agência Brasil

Uma das organizações políticas mais “castas” da política nacional, que historicamente se posta hipocritamente como “virgens engomadinhas” acaba de ser violada pelo ministro do STF, Edson Fachin.

Devassada em seu puritanismo cínico, o ninho tucano vê sua sujidade não mais protegida pelo monopólio de apoio midiático e judiciário, enfim a máscara começa cair nos voos rasteiros da tucanada.

O pedido de investigação por supostos atos de corrupção ativa, passiva, desvio de dinheiro, entre outros crimes, de quase toda cúpula tucana, mostra que o discurso de bastiões da ética, sustentáculos da moralidade, ícones da decência, personificação da probidade, não passa de uma alegoria mentirosa de seus líderes.

Moralistas sem moral, o todo poderoso príncipe da sociologia pátria, ou da privataria, o professor de Higienópolis participa agora da investigação, sim o ex-presidente, Fernando Henrique Cardoso, além de ter quebrado o Brasil, ter comprado a reeleição, está sendo investigado por fazer “caixa dois”.

Paladino da descortesia, bufão da República, o “mineirinho” presidente Nacional do PSDB que é amigo dos “heróis” da República de Curitiba também se vê agora todo enrolado nas mais diversas práticas corruptivas. O semeador de ódio, agora, pede calma em vídeos patéticos.

Descortina-se também a fortuna do “vizinho” justamente ele que escreve Brasil com “Z”, essa figura singular de nossa política que tem ojeriza contra o patrimônio nacional, em especial contra a Petrobrás.

Outro que sempre se beneficiou da blindagem midiática cai no estafo político, trata-se do “Santo” que segundo relatos, utilizou-se do cunhado para receber propinas para suas campanhas eleitorais, finalmente alguma fissura se abre na caixa preta dos governos tucanos, em São Paulo.

Não olvidemos do coronel da Paraíba, do Aluisio 500mil, do Dengo de MG, entre outros, e também o senhor Doria do “panamá papers”.
Enfim, que moral tem o discurso, as argumentações destes golpistas que se locupletam da corrupção do sistema político brasileiro? Que cinismo e chocarreiros fantasiados de limpinhos, nas manifestações anticorrupção?

Esse é o Brasil real, pois a crise mais profunda deste país é a crise de valores. A corrupção está no DNA dos herdeiros das capitanias hereditárias, que sempre viram o Brasil como um lugar para saquearem, se enriquecerem e se hipocrizarem.

O ninho tucano está mofado de sujeira, afinal foi violado, caiu uma das últimas “virgens” de nossa política.

*****
Fonte:http://www.brasil247.com/pt/colunistas/henriquematthiesen/291141/Violaram-o-PSDB.htm

Trensalão do PSDB: três anos e nenhum condenado Cartel no metrô de SP foi denunciado em 2013

25.12.2016
Do blog CONVERSA AFIADA
Por Paulo Henrique Amorim

Três anos de investigações e nenhum preso por cartel dos trens em SP

Investigado há três anos, o esquema de formação de cartel em contratos de trem e metrô do governo do Estado de São Paulo não levou ninguém para a prisão até agora. O Ministério Público denunciou cerca de 30 pessoas, entre empresários, lobistas e ex-funcionários das estatais paulistas que cuidam do transporte sobre trilhos em oito processos diferentes. Já as ações que investigam a participação de políticos no esquema não provocaram a acusação formal de nenhuma pessoa.

(…) O cartel dos trens foi descoberto após uma mudança no comando da multinacional Siemens, que decidiu assinar um acordo de leniência com o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) em 2013, denunciando as irregularidades que aconteceram desde 1995, durante os governos dos tucanos Mário Covas, José Serra e Geraldo Alckmin.

(…) A Siemens combinava, com outras empresas, como a Alston, a Bombardier, a Mitsui e a Tejofran, o resultado das licitações de contratos para reformas de vagões e equipamentos utilizados na operação dos trens. Emails apreendidos com executivos dessas empresas mostram que valores, parcerias e contratações de empresas menores eram acertadas previamente. Executivos e funcionários públicos recebiam propina para garantir o funcionamento do esquema, segundo a investigação. Só nas cinco primeiras ações, estima-se que R$ 557 milhões foram desviados para pagar os acordos irregulares.

“É quase impossível que essas empresas tenham ganhado as licitações daquele jeito sem apoio político. Analisando os documentos dessas licitações, fica claro que há uma combinação e acho pouco provável que quem trabalha diretamente com isso não perceba”, afirma Mendroni. O promotor diz acreditar que ainda existam carteis atuando no governo de São Paulo, de forma mais sofisticada do que fizeram nas últimas décadas.

*****
Fonte:http://www.conversaafiada.com.br/economia/trensalao-do-psdb-tres-anos-e-nenhum-condenado

PSDB GOLPISTA: Líder do PT denuncia golpe dentro do golpe e diz que PSDB quer o poder

14.12.2016
Do portal BRASIL247

images_cms-image-000445653

A crise institucional, política e econômica pelas quais o país passa, que cresce de forma explosiva desde o início da gestão Michel Temer (PMDB) há sete meses, levou o líder do PT no Senado, Humberto Costa (PE), a dizer que o PSDB quer aplicar um “golpe dentro do golpe”, articulando agora a queda de Temer do poder depois do “trabalho sujo” feito pelo PMDB; “Nós, do PT, não queremos derrubar A, B ou C. O governo já morreu e não sabe ainda. Agora, aqueles que querem derrubar o presidente ilegítimo Michel Temer para aplicar um golpe dentro do golpe. A única saída para essa crise que vivemos é pela democracia, por meio de uma eleição direta presidencial”, afirmou

****
Fonte:http://www.brasil247.com/pt/247/pernambuco247/270442/Líder-do-PT-denuncia-golpe-dentro-do-golpe-e-diz-que-PSDB-quer-o-poder.htm

Lula vai à Justiça e diz que foto com Aécio reforça parcialidade de Moro

07.12.2016
Do portal BRASIL247

Advogados do ex-presidente levam à Justiça registros de que o juiz Sérgio Moro, da Lava Jato, esteve nessa semana em dois eventos em que aparece em momentos íntimos e de confraternização com políticos do PSDB; em Mato Grosso, governado por Pedro Taques, o magistrado chegou a elogiar um deputado tucano em seu discurso; na noite de ontem, Moro se deixou fotografar em intimidade e dando risadas com o senador Aécio Neves (PSDB-MG), político mais delatado na Lava Jato, e o ministro José Serra, acusado de ter recebido R$ 23 milhões em propina da Odebrecht; as fotos geraram indignação na internet; confira a íntegra da petição apresentada pela defesa de Lula

******
Fonte:http://www.brasil247.com/pt/247/brasil/269328/Lula-vai-à-Justiça-e-diz-que-foto-com-Aécio-reforça-parcialidade-de-Moro.htm