Casuísmo do TSE contra Lula imita ditadura militar

09.02.2018 Do BLOG DA CIDADANIA Por Eduardo Guimarães Casuísmo foi um termo muito popular durante a ditadura militar, que modificava leis conforme seu interesse exigia, frequentemente ignorando a própria Constituição para se manter no poder por longos vinte e um anos. A má notícia é que a ditadura oriunda do golpe parlamentar de 2016 quer … Continue lendo Casuísmo do TSE contra Lula imita ditadura militar

Uma reflexão acerca da mediocridade do STF

30.12.2016 Do blog O CAFEZINHO, 21.10.16 Por Brenno Tardelli, no Justificando* Por conta de Lula e Dilma, STF é um lugar cheio de ministros e ministras medíocres Os governos Lula e Dilma foram marcados por um profundo endurecimento dos aparelhos de repressão do Estado e de suas instituições jurídicas, medidas que levaram a uma série de ações e reações … Continue lendo Uma reflexão acerca da mediocridade do STF

Bolsonaro é réu no STF por incitação ao estupro e ‘apela humildemente’ aos ministros para que não o condenem

23.06.2016 Do BLOG DO MELLO, 21.06.16 Por Antônio Mello O deputado agora é réu no STF por ter afirmado que não estupraria a deputada Maria do Rosário porque ela não merecia. Em comentário à decisão, o deputado tão valente e desafiador, falou mansinho e apelou aos ministros para que não o condenem. Finalmente o deputado, … Continue lendo Bolsonaro é réu no STF por incitação ao estupro e ‘apela humildemente’ aos ministros para que não o condenem

Reajuste da GEAP de 37,55: Representantes dos servidores, no Conselho de Administração, votaram contra e se reuniram com suas entidades nacionais, em Brasília/DF

19.11.2015 Por Irineu Messias, atualizada às 21.21h O Conselho de Administração da GEAP - CONAD, votou, no dia 17 de novembro o reajuste de 37,55. A resolução de 99, do mesmo dia, divulga para todos as motivos que levaram a referido reajuste. Contudo, os representantes dos servidores, eleitos em 2014, e que compoem o colegiado … Continue lendo Reajuste da GEAP de 37,55: Representantes dos servidores, no Conselho de Administração, votaram contra e se reuniram com suas entidades nacionais, em Brasília/DF