Irineu Messias “Dia 15 de março, preciso de seu voto para continuar a tarefa inacabada no CONAD/CONFIS/GEAP”

03.03.2017

Por Irineu Messias

cartaz-eleicao-conad-15-de-marco

 

panfleto-eleicao-conad-irineu

 

Anúncios

SINDSPREV/PE:Entidades e assistidos realizam ato em defesa da Geap

01.07.2016
Do portal do SINDSPREV/PE

O protesto ocorreu em frente ao Ministério do Planejamento, em Brasília. O Sindsprev-PE foi representado no evento pelo seu dirigente Marcondes Carneiro. 

CLIQUE PARA AMPLIAR

Na manhã desta quinta-feira (30), os beneficiários da Geap Saúde realizaram ato em defesa do plano de autogestão. Organizada pela Fenadados, CNTSS-CUT e pela Condsef, a mobilização ocorreu em frente ao Ministério do Planejamento, em Brasília. Além de membros das entidades organizadoras, também estiveram presentes dirigentes da CUT, Fasubra, Anasps, SINDPD-DF, Sindsep-DF e Sindsprev-PE, que foi representado pelo diretor Marcondes Carneiro.
 
Os manifestantes cobraram a realização de uma audiência para discutir a atitude do governo ilegítimo de Temer que reivindica na Justiça a imposição de um aumento de 37,55%, considerado abusivo. O grupo não foi recebido e encaminhará ofício ainda nesta sexta-feira (1º) para o Ministério do Planejamento para cobrar uma reunião de debate sobre o tema. Também nesta sexta-feira, as entidades associadas à Geap vão se reunir na Condsef, na Capital Federal, para discutir as próximas ações em defesa do planos e dos seus assistidos. 
 
Os representantes das entidades denunciaram a posição do governo golpista de Temer de acabar com um plano de autogestão que está ampliando o compromisso com o bem-estar de seus assistidos, prejudicando pessoas de várias faixas etárias. 
 
Uma das primeiras ações do governo foi destituir da presidência do Conselho Administrativo da operadora um representante dos trabalhadores. Essa mudança havia equilibrado a correlação de forças entre os representantes dos servidores e do governo no Conselho, fortalecendo o compromisso social da Geap na condução de seus planos de saúde. 
 
Além disso, o governo anulou a resolução que reduziu o reajuste das mensalidades de 37,55% para 20%. Esta medida possibilitou a permanência de vários servidores nos planos de saúde da operadora. Hoje, cerca de 600 mil beneficiários não têm condições de arcar com o aumento abusivo. Foi feito um acordo com todas entidades sindicais que entraram com ações judiciais contra a Geap. Aquelas que formalizassem a retirada das ações seriam beneficiadas com a redução. 
 
O Sindsprev-PE vai continuar acompanhando o debate sobre a situação do plano de autogestão e defende uma maior representatividade dos servidores nas decisões da Geap. 

*****
Fonte:http://www.sindsprev.org.br/index.php?categoria=noticias_principais_01&codigo_noticia=0000003864&cat=noticias

#TireAsMãosDaNossaGEAP – Trabalhadores denunciam tentativa de desmonte da Geap em ato

30.06.2016
Do portal da FENADADOS

WhatsApp-Image-20160630

Os beneficiários da Geap Saúde realizaram, na manhã desta quinta-feira (30), o #TireAsMãosDaNossaGEAP, ato em defesa do plano de autogestão. Organizada pela Fenadados, a CNTSS e a Condsef, a mobilização ocorreu em frente ao Ministério do Planejamento, em Brasília. Além de membros das entidades organizadoras, também estiveram presentes representantes da CUT, Fasubra, Anasps, SINDPD-DF, Sindsprev-PE e Sindsep-DF.

IMG-20160624-WA0020

“Denunciamos a tentativa deste governo golpista de acabar com um plano de autogestão que estava ampliando o seu compromisso com bem-estar de seus assistidos, permitindo que pessoas de várias faixas etárias tenham acesso a serviços de saúde dignos por valores acessíveis”, comenta a secretária da Mulher Trabalhadora da Fenadados, Socorro Lago.

GEAP.MPOG

O governo interino de Michel Temer tem atuado na contramão do processo de recuperação e saneamento da entidade que vinha sendo desenvolvido pelos trabalhadores desde o início deste ano. Uma das primeiras ações do Governo Temer foi destituir da presidência do Conselho Administrativo da operadora um representante dos trabalhadores, ou seja, dos beneficiários da Geap Saúde. Esta mudança havia equilibrado a correlação de forças entre os representantes dos servidores e do governo no Conselho, fortalecendo o compromisso social da GEAP na condução de seus planos de saúde.

O Governo Michel Temer anulou ainda a revisão do reajuste das mensalidades de 37,55% para 20%, medida que havia possibilitado a permanência de vários servidores nos planos de saúde da operadora. Hoje, cerca de 600 mil beneficiários não têm condições de arcar com o aumento abusivo das mensalidades. Além disso, demitiu vários funcionários da Geap Saúde, inclusive alguns com estabilidade garantida em acordo coletivo.

“Queremos saber as razões e os interesses deste governo golpista para desmontar a Geap Saúde, que é privada e 100% da sua receita vem dos beneficiários, quase 80% corresponde às mensalidades descontadas diretamente dos salários dos trabalhadores”, diz a diretora da Fenadados, complementando: “como deixamos claro no material que distribuímos, acabar com a Geap significa deixar milhares de pessoas e até famílias sem atendimento à saúde”.

A secretaria das Mulheres Trabalhadoras destaca ainda que a Fenadados continuará atuando em defesa da Geap. “Continuaremos na luta para reverter a situação da Geap e sempre em favor daqueles que historicamente sustentaram a operadora e são seus verdadeiros donos: os beneficiários”, conclui Socorro Lago.
****
Fonte:http://fenadados.org.br/artigo/ver/id/4902/0/tireasmaosdanossageap__trabalhadores_denunciam_tentativa_de_desmonte_da_geap_em_ato

#TireAsMaosDaNossaGEAP:Entidades sindicais realizam ato em defesa da Geap

26.06.2016
Do portal do SINDSPREV/PE,23.06.16

IMG-20160624-WA0020

 

O ato será realizado nesta quinta-feira, dia 30/06, às 10h, com centração no Ministério do Planejamento, em Brasília. Na oportunidade, serão distribuídos panfletos entre os servidores públicos que estiverem participando da manifestação.

Dirigentes da Fenadados, CNTSS, Condsef, CUT e Unaslaf, entidades representantes dos assistidos pela Geap Autogestão em Saúde, se reuniram na quinta-feira passada (23), no escritório da CUT Nacional, em Brasília. No encontro, foram discutidas ações em defesa do plano de autogestão, que tem sofrido ataques do governo interino de Temer. O governo golpista tem atuado na contramão do processo de recuperação e saneamento da entidade que vinha sendo desenvolvido pelos trabalhadores desde o início deste ano.

Na reunião, os representantes das entidades sindicais aprovaram a realização do ato público Tire as Mãos da nossa Geap a ser realizado nesta quinta-feira, dia 30 de junho, às 10h, com concentração no Ministério do Planejamento, na Capital Federal. A união e a mobilização de todos serão fundamentais na defesa da Geap. As instituições sindicais também construíram o texto de um panfleto a fim de denunciar as tentativas do governo interino de desmontar a Geap. O material será distribuído entre os servidores públicos no dia da manifestação, mas já está disponível para download. Clique aqui e Aqui

Ataques contra a Geap

Por meio da Procuradoria Regional da União da 1ª Região, o governo interino de Michel Temer ingressou no dia 10 de junho, no TRF – Tribunal Regional Federal 1ª Região, com ação anulatória que atingiu duramente o processo de recuperação econômica proposto para sanear e preservar o patrimônio dos trabalhadores.

O pedido foi acatado, em 14/06, pela Juíza Federal Kátia Balbino de Carvalho Ferreira, da 3ª Vara do TRF, que determinou “a imediata suspensão das alterações dos Estatutos da GEAP, restabelecendo o Estatuto vigente antes da realização da 17ª Reunião Ordinária; a posse imediata e incondicional (…) dos membros indicados pela Patrocinadora União Federal; e, por fim, pugna, ainda, a suspensão cautelar da Resolução/GEAP/CONAD nº 0219 que determinou a redução do reajuste de 37,55% para 20% nos planos de saúde operados pela GEAP”.

De acordo com a secretária das Mulheres da Fenadados, Socorro Lago , “estas medidas prejudicam diretamente cerca de 600 mil beneficiários, que não tem condições financeiras para arcar com os aumentos abusivos propostos. Então, a nossa luta é para manter a Geap autonôma e transparente e norteada pela responsabilidade social, garantindo que estes servidores continuem tendo acesso à serviços de saúde dignos”.

GOVERNO GOLPISTA QUER ACABAR COM A GEAP SAÚDE(1)

GOVERNO GOLPISTA QUER ACABAR COM A GEAP SAÚDE(2)

Com informações da Fenadados
****
Fonte:http://www.sindsprev.org.br/index.php?categoria=noticias_principais_01&codigo_noticia=0000003855&cat=noticias

Presidente do CONAD/GEAP, Irineu Messias, reforça diálogo com entidades sindicais

15.05.2016
Do portal da GEAP – AUTOGESTÃO EM SÁUDE, 13.05.16

IRINEU MESSIASUma atuação mais próxima dos servidores públicos que têm planos de saúde da Geap foi um dos compromissos assumidos pela nova presidência do Conselho de Administração (Conad), eleita o último dia 2 de maio. Com este objetivo, o presidente do Conad, Irineu Messias de Araújo, iniciou esta semana uma agenda de visitas às diretorias das entidades nacionais, sediadas em Brasília/DF.

Na quarta-feira (12), Irineu Messias, acompanhado da presidenta do Conselho Fiscal (Confis), Maria do Perpétuo Socorro Lago, estiveram na sede da Federação Nacional do Sindicato dos Trabalhadores em Saúde, Trabalho, Previdência e Assistência Social (Fenasps) em Brasília/DF. Os presidentes dos colegiados da Geap foram recebidos pelos diretores Ana Luísa Dal Lago (Secretaria de Aposentados), Carlos Roberto dos Santos (Secretaria de Formação Política e Sindical) e Moacir Lopes (Secretaria de Administração e Finanças). 

Na audiência, o presidente do Conad falou sobre o novo momento vivido pela Geap, em que os beneficiários poderão contribuir de forma mais efetiva com a direção da operadora, e disse que o Conselho de Administração está à disposição para receber as entidades e conversar mais abertamente. “A parceria das associações, federações e sindicatos dos trabalhadores é fundamental para que possamos fazer a defesa da Geap junto à Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) e garantir a sustentabilidade da operadora”, defendeu.

Irineu Messias aproveitou para agradecer novamente a direção da Fenasps pela deferência de ter vindo à Geap prestar apoio no dia em que ele e o vice-presidente do Conselho de Administração, Luiz Carlos Braga, tomaram posse.

Universidades –  Seguindo a programação de visitas às entidades sindicais, na quinta-feira (12), o presidente do Conad, Irineu Messias, esteve na Federação de Sindicatos de Trabalhadores Técnico-Administrativos em Instituições Públicas de Ensino Superior do Brasil (Fasubra), em Brasília/DF. Na audiência, Carlos Roberto Sena, representante da Direção Nacional da Fasubra, relatou as dificuldades que os servidores têm enfrentado com outras operadoras de planos de saúde e o interesse em aderir à Geap. Irineu explicou que a Geap está trabalhando com afinco para romper os entraves judiciais que têm impedido a captação de novos clientes.

O presidente do Conad também se dispôs a agendar, nas próximas semanas, uma reunião com a área técnica da operadora para que os dirigentes da Fasubra possam conhecer melhor as características dos planos e serviços oferecidos pela Geap.  

****
Fonte:http://www.geap.com.br/NOTICIAS/noticias-lista.asp?NroNoticia=4311